Ex-campeão do Strikeforce, Melendez não engrenou no UFC

Anthony Pettis Gilbert Menendez in their lightweight title fight during the UFC 181 event at the Mandalay Bay Events Center on December 6, 2014 in Las Vegas, Nevada.

Gilbert Melendez chegou ao UFC em 2013 com bola cheia. Afinal, ele era o campeão dos leves (70kg) do Strikeforce – evento que foi comprado pelo UFC – de forma dominante. Mas, ao chegar no octógono, Melendez decepcionou.

Para começar, “El Niño” foi derrotado pelo campeão Ben Henderson por decisão dividida em abril de 2013 e teve a primeira derrota desde 2009. Em outubro de 2013, Melendez voltou a lutar. Desta vez, saiu vitorioso diante de Diego Sanchez, em luta espetacular. Venceu por decisão unânime. O triunfo de número 22 no cartel foi, também, o último do lutador.

Em 2014, Melendez se tornou um dos treinadores do reality show “The Ultimate Fighter” 20. O outro técnico era o agora campeão dos pesos leves, Anthony Pettis. Eles se enfrentaram no fim do ano e Melendez foi finalizado com uma guilhotina (estrangulamento). Foi a primeira vez que ele perdia sem ser por decisão.

Contudo, embora tivesse desempenho irregular no UFC, Melendez havia perdido apenas em disputas de cinturão. Isso mudaria em 2015, quando ele enfrentou o ex-campeão dos leves do Bellator, Eddie Alvarez, no UFC 188, em junho. Melendez perdeu por decisão unânime.

No próximo dia 15 de julho, ele tentará a recuperação diante de Al Iaquinta. Uma derrota poderá complicar ainda mais a situação de Melendez.

Crédito da foto: Getty Images



Jornalista, editor do Torcedores.com. Passagens pelos jornais Metro, O Estado de S. Paulo, Jornal da Tarde, Marca Brasil, Agora São Paulo, Diário de S. Paulo e Diário do Grande ABC.