F1: Sebastian Vettel vence o Grande Prêmio da Hungria

O Grande Prêmio da Hungria deste domingo foi repleto de surpresas, principalmente, na largada da prova. Inicialmente o primeiro protagonista foi Felipe Massa com um erro primário. O brasileiro parou um pouco à frente da marca de largada e todos os pilotos tiveram que dar mais uma volta de apresentação, até se reposicionarem.

Na relargada, Massa decepcionou novamente e chegou a perder algumas posições e foi punido posteriormente pela direção da prova em cinco segundos enquanto efetuava sua primeira parada nos boxes da Williams.

Retomada a largada, as equipes Mercedes e Ferrari surgiram como protagonistas.  Lewis Hamilton e Nico Rosberg perderam as primeiras posições para Sebastian Vettel e Kimi Raikkonen. O britânico ficou completamente assustado com a situação e perdeu a direção um pouco depois e foi parar fora da pista, porém, conseguiu voltar para prova, mas, na décima colocação. Na vigésima volta da prova, o alemão Nico Rosberg figurava na terceira colocação e o britânico Hamilton já figurava na quinta colocação.

Na volta de número 49,o sempre ousado, Daniel Ricciardo, fez um belíssimo duelo contra Lewis Hamilton. Em seguida, efetuou novas ultrapassagens, até ganhar o duelo contra Kimi Raikkonenn pela terceira colocação.

Faltando seis voltas para o término da prova, Riccciardo novamente entrou como protagonista em disputa pela segunda colocação com Nico Rosberg. Nela o pneu do piloto da Mercedes furou. Já Ricciardo apenas quebrou a ponta do carro, mas, conseguiu substituí-la rapidamente sem perder a posição. Pior para equipe Mercedes. O acidente foi considerado involuntário pela direção de prova, ou seja, sem punição para ambas equipes.

O pódio final da prova foi contemplado da seguinte forma:

1° Sebastian Vettel

2° Daniil Kvyat

3° Daniel Ricciardo

Foto: Getty Images



Caique Cobra é um jovem recém-formado em jornalismo pela FIAM FAAM que almeja atuar em uma grande empresa voltada ao mundo esportivo. Ele não esconde sua paixão em produzir conteúdo, principalmente, em seu blog pessoal. Seus textos são embasados por dentro de: análises, críticas e opiniões com um olhar meramente desmistificado.