Gabriel Jesus diz que pode render mais no Palmeiras como ponta

César Greco/Ag. Palmeiras

Considerado a maior promessa dos últimos anos na base do Palmeiras – marcou 54 gols em 48 partidas em 2014 -, Gabriel Jesus crê que ainda não tenha chegado seu momento para brilhar no time profissional. O atacante de 18 anos ainda não marcou nenhum gol desde que subiu para o time adulto e revelou, em participação no Bate-Bola 3ª Edição da ESPN, que aos poucos vai se sentindo mais confortável, principalmente quando joga na posição correta.

LEIA TAMBÉM:
Dudu ressalta sequência boa do Palmeiras, mas revela apreensão por julgamento
Marcelo Oliveira muda “chip” e garante que Palmeiras brigará por título no Brasileiro
Palmeiras libera e Tobio deve fechar com o Boca Juniors
#FicaChurry: palmeirenses criam campanha e pedem permanência de Cristaldo

“Agora estou mais tranquilo. No começo, é normal você ficar um pouco apavorado, assustado, mas agora estou tranquilo. Voltei (do Mundial Sub-20 pela seleção brasileira) mais tranquilo. Sei que a torcida do Palmeiras quer que eu faça gols, ainda acredito que não tive uma oportunidade clara. Mas estou me esforçando, treinando para aproveitar minha chance quando ela aparecer”, disse Gabriel.

Quando foi questionado pelo comentarista e ex-jogador Sorín sobre qual seria sua posição preferida em campo, Gabriel não hesitou ao relembrar dos tempos em que jogava na várzea. “Na verdade, jogando já está bom (risos). Mas gosto de me movimentar bem, não gosto de ficar parado como centroavante. Rendo mais de ponta, da época em que jogava na várzea”.

A resposta parece ter agradado bastante o apresentador João Carlos Albuquerque, que vibrou com o fato de a promessa da nova geração do Brasil ter lembrado de um termo (“ponta”) que parecia ter ficado no passado, ofuscado hoje pelo atacante que joga aberto. “Ponta!!! Como é bom ouvir isso, alguém se lembrando do ponta de lança”, soltou o jornalista.

Após a passagem pelo futebol de várzea de São Paulo, Gabriel chegou ao Palmeiras em 2013 e logo se destacou. Tanto que foi convocado para as seleções brasileira desde o Sub-15. Inspirado por Ronaldinho Gaúcho e Ronaldo “Fenômeno”, o atacante se empolga com o desempenho do Palmeiras sob o comando de Marcelo Oliveira e crê que o Verdão logo estará na ponta de cima da tabela do Campeonato Brasileiro.

“O Palmeiras está em evolução, está jogando um futebol bonito, ainda mais como foi contra o São Paulo. O time está se formando, então vai dar muito trabalho nesse Brasileiro. Agora é questão de pegar uma sequência”, opinou Gabriel, que briga pela titularidade no ataque palmeirense junto com Dudu, Rafael Marques, Cristaldo, Leandro Pereira, Leandro e Mouche.

Curtiu a matéria? Siga o autor no Twitter: @fontes_matheus.
Facebook: Matheus Martins Fontes.

Foto: César Greco/Ag. Palmeiras



Esportista de hobby, mas jornalista de profissão. Trabalhou como repórter do O Estado de S. Paulo, Revista TÊNIS. Tênis Virtual e CurtaTÊNIS em coberturas nacionais e internacionais de grandes eventos.