Guiados por Valdivia e Messi, Chile e Argentina fazem duelo das grandes seleções da Copa América

A grande decisão da Copa América enfim chegou. Chile e Argentina se enfrentam neste sábado, às 17h, no estádio Nacional, em Santiago, em busca do título.

LEIA MAIS
Teve Dedada e errata da Globo; Relembre fatos “bizarros” da Copa América

Donos da casa, os chilenos buscam o primeiro título da competição sul-americana e contam com a força da torcida para derrotar os favoritos. Dentro de campo, o técnico argentino Jorge Sampaoli conta com a boa fase de Valdivia, Vidal, Alexis Sánchez e Vargas para superar os rivais.

“Estou até a morte com este grupo e com o Chile. Tenho muita fé de que amanhã podemos sair campeões”, analisou Sampaoli.

Do outro lado, a seleção argentina, atual vice-campeã mundial e considerada favorita desde o início da Copa América. Depois de superar a Colômbia nos pênaltis, os argentino atropelaram o Paraguai nas semifinais.

A Argentina tenta quebrar um jejum de 22 anos sem título e conta com o craque Lionel Messi para isso. “Sempre o que se busca é ganhar. É claro que há um mérito muito grande dos garotos. Em menos de um ano, jogaram duas finais. Finais em torneios diferentes, mas são os torneios mais importantes que se podem jogar com uma seleção. Temos a máxima intenção de vencer. A partir do domingo, seja qual for o resultado, tudo o que vier depois vamos tentar fazer da mesma forma. Nada vai nos fazer variar. Tem muito tempo pela frente. Evidentemente, o objetivo mais importante que temos é firmar uma maneira de jogar”, disse o técnico Gerardo Martino.

Confira acmia uma análise em vídeo do confronto:



Editor senior do Torcedores.com, o jornalista formou-se na Universidade Metodista em 2009 e passou pelas redações do Diário do Grande ABC, Agora SP, UOL e Fox Sports, onde fez a cobertura da Copa do Mundo de 2014. Está no Torcedores desde outubro de 2014.