João de Lucca brilha e ‘aparece’ para o mundo da natação no Pan de Toronto

Sergio Dutti/Exemplus/COB

Julho de 2015, Jogos Pan-Americanos de Toronto. O nadador João de Lucca com certeza nunca vai se esquecer do torneio que o consagrou com 3 medalhas de ouro, uma individual e duas no revezamento por equipes, um ótimo resultado depois das conquistas do ano passado.

LEIA MAIS:
Pan de Toronto também valoriza exemplos de superação, como Altobeli Silva

Aos 25 anos, o atleta se despediu da competição com outro compromisso na agenda, o Mundial de Esportes Aquáticos em Kazan, na Rússia, e a experiência em águas canadenses não poderia ter sido melhor. Além de integrar os quartetos brasileiro que venceu as provas de revezamento de 4x100m e 4x200m, o carioca brilhou nos 200m livre.

Com uma arrancada impressionante na segunda metade da prova, João conseguiu chegar mais uma vez ao lugar mais alto do pódio, agora individualmente. Foi o 300º ouro do Brasil em Jogos Pan-Americanos e uma marca a eternizar o dia 15 de julho na memória do atleta, que não esperava um desempenho tão surpreendente em uma competição de alto nível técnico.

Antes do Pan, em 2014, João disputou o Mundial de Natação em Piscina Curta em Doha, no Catar, e trouxe de lá duas medalhas: bronze no revezamento 4×50 m misto e ouro no masculino 4×50 m medley. Além disso, o nadador conquistou medalhas em duas edições do Mundial Júnior, no Rio em 2006 (prata no 4x200m livre) e em Monterrey 2008 (bronze no 4x100m livre).

Crédito da Foto: Sergio Dutti/Exemplus/COB



Jornalista formada em 2014, torcedora e apaixonada futebol, Fórmula 1 e esportes olímpicos. Sempre de olho nas últimas do mundo do esporte e louca por NBA.