Lágrimas do futebol: o dia em que o Corinthians me fez chorar

Foto: Reprodução/ Youtube

O futebol corre pelas minhas veias desde a infância, assim como o meu amor pelo Corinthians. Infelizmente, o esporte bretão não me proporciona apenas alegrias. Acredito que seja assim com os torcedores de todos os times.

Crianças e jovens são os que mais sentem os baques das derrotas dos times de coração. Basta ver algumas imagens de TV, sobretudo em jogos eliminatórios. Quem não se lembra daquele garotinho flagrado chorando após o massacre da seleção alemã sobre o Brasil na semifinal da Copa do Mundo de 2014? Foi de cortar o coração.

Toda vez que eu vejo um torcedor debulhando em lágrimas lembro me da semifinal da Copa Libertadores de 2000. Tinha 14 anos, em pleno início da juventude. Eu, como todo torcedor corintiano, era alvo de piadas dos rivais pelo fato do Corinthians jamais ter vencido a competição sul-americana. E a zoeira aumentou após a eliminação para o nosso maior rival, o Palmeiras. Pelo segundo ano seguido, o Timão foi tirado da Libertadores pelo mesmo adversário e perdendo muitos gols. Assim como em 99, caímos nos pênaltis, após empate no placar agregado.

Em 2000, foi ainda mais difícil assimilar o golpe da queda. Assistia ao jogo pela TV junto ao meu tio Victor, outro corintiano fanático. Assim que Marcelinho Carioca bateu a última cobrança de pênalti e Marcos defendeu, comecei a chorar um rio de lágrimas.

Confesso que desde aquele clássico de 15 anos atrás nunca mais chorei de tristeza. Nem quando o Corinthians caiu para a série B do Campeonato Brasileiro em 2007. Afinal, naquele dia estava trabalhando no plantão de fim de semana na chefia de reportagem de esportes da TV Bandeirantes. Enquanto estive na redação, consegui conter a tristeza.

Em breve, eu contarei o dia em que chorei de alegria ao assistir a uma vitória do Timão no Pacaembu.

VEJA OUTRAS HISTÓRIAS DO ESPECIAL “LÁGRIMAS DA BOLA”:

CONVIDADO ESPECIAL – MAURO BETING: “CHORANDO NO CAMPO

Alex Tavares Lágrimas do futebol: o dia em que o São Paulo foi tricampeão da Libertadores
Allan Simon Lágrimas do futebol: o dia em que o Palmeiras de Valdivia quase me fez chorar
Barbara Scarelli Lágrimas da bola: o dia em que o Corinthians ganhou o mundo e me fez chorar
Daniel Almeida Lágrimas do futebol: o dia em que o São Paulo me fez chorar – Mundial 2005
Danielle Barbosa Lágrimas do futebol: o dia em que o Real Madrid me fez chorar
Derly Prado Júnior Lágrimas do futebol: o dia em que o Palmeiras me fez chorar
Diogo Miranda Lágrimas do futebol: o dia em que Petkovic me fez chorar
Eduardo Suguiyama Lágrimas do futebol: o dia em que o São Paulo me fez chorar – Libertadores 2008
Flávio Moreira Lágrimas da bola: o dia em que um vexame do Palmeiras me fez chorar
Glauco Costa Lágrimas da bola: O dia em que tive a certeza de que o sentimento nunca ia parar
Janaína Santista Lágrimas do futebol: o dia em que o Santos me fez chorar: o HEPTA tão esperado
Junior Soffner Lágrimas do futebol: o dia em que o rebaixamento do Palmeiras me fez chorar
Lucas Tieppo Lágrimas do futebol: o dia em que o Santos de Diego e Robinho me fez chorar
Márcio Donizete Lágrimas do futebol: o dia em que a Copa do Mundo de 1998 me fez chorar
Matheus Adami Lágrimas do futebol: o dia em que o Flamengo me fez chorar
Matheus Martins Fontes Lágrimas do futebol: o dia em que São Marcos me fez chorar…de alegria!
Nagila Luz Lágrimas do futebol: o dia em que o Santos conquistou a América e me fez chorar
Natalia Zancheta Lágrimas do futebol: o dia em que o Corinthians me fez chorar – Mundial de 2012
Rafael Alaby Lágrimas do futebol: o dia em que o Corinthians me fez chorar
Roberto Junior Lágrimas do futebol: o dia em que o Corinthians me fez chorar- Libertadores 2012
Rogério Lagos Lágrimas do futebol: o dia em que o Palmeiras me fez chorar – Mercosul 2000
Ronald Capita Lágrimas do futebol: o dia em que o Flamengo de Guarulhos me fez chorar
Thiago Jacintho Lágrimas da Bola: O dia que o São Paulo levou uma virada e me fez chorar

Foto: Reprodução/Youtube



Rafael Alaby é jornalista diplomado pela FIAM (Faculdades Integradas Alcântara Machado), com passagens pela Chefia de Reportagem de Esportes, da TV Bandeirantes, em São Paulo e site KiGOL. Pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte (FMU)