Lágrimas do futebol: o dia em que o Corinthians me fez chorar – Mundial de 2012

Corinthians
Getty Images

16 de dezembro de 2012. O Corinthians estava prestes a dar mais um passo histórico no mesmo ano em que conquistou a inédita e invicta Libertadores,  mas agora do outro lado do mundo. E, contra o Chelsea, o tão sonhado título veio.

LEIA MAIS:
Há 14 anos, o Corinthians não vence o Goiás no Serra Dourada; relembre o último triunfo
Mercado da bola: Ralf pode trocar Corinthians por time turco, diz jornal

Torcedora do Corinthians e acompanhando o futebol há mais ou menos uns dez anos, a conquista do Mundial de Clubes em Yokohama, no Japão, foi o momento mais emocionante dessa trajetória. Isso porque tudo começou bem antes, na fatídica queda contra o Tolima, na pré-Libertadores um ano antes. Passado o episódio, era hora de juntar os cacos e recomeçar, e a nós, torcedores, cabia manter a fé e esperar sempre pelo melhor. Só não dava para adivinhar que o melhor teria direito a feitos históricos e cenas que jamais serão esquecidas.

Voltando ainda mais no tempo, não acompanhei o Mundial de 2000, o que só tornava o fato de o meu time do coração estar em uma final do torneio algo difícil de explicar. Não era simplesmente uma disputa de título, ou mais uma chance de sermos campeões mundiais, mas a primeira oportunidade de ver o Corinthians do outro lado do mundo. Resultado: emoções à flor da pele logo de cara.

O Japão já estava tomado por milhões de corintianos com uniformes, bandeiras, músicas de apoio e o tão conhecido “Vai, Corinthians!”, que tem embalado a equipe alvinegra, e no Brasil não foi diferente. Milhões de corações batendo como se fossem um só, em vários lugares do mundo. E o meu era um deles. Todo esse cenário só contribuiu para que a história fosse escrita de forma ainda mais emocionante.

O jogo parecia não terminar nunca, cada minuto durava uma eternidade. E quando o juiz apitou, nada mais tinha importância: o mundo era nosso, preto e branco, de cada um dos milhões de corintianos que desde sempre sonhavam com esse título. Um domingo que nunca vou esquecer, que faz parte da minha história também.

Nesse dia, o Corinthians me fez chorar. E chorar mais. Chorar de emoção por ver diante dos meus olhos tudo aquilo que antes era apenas um sonho. A comemoração, a vibração da torcida enlouquecida e apaixonada e a cena que para mim foi a mais marcante: o capitão Alessandro erguendo a taça do Mundial de Clubes. Do nosso Mundial de Clubes. O Corinthians me fez chorar por saber que o mundo era, enfim, nosso.

VEJA OUTRAS HISTÓRIAS DO ESPECIAL “LÁGRIMAS DA BOLA”:

CONVIDADO ESPECIAL – MAURO BETING: “CHORANDO NO CAMPO

Alex Tavares Lágrimas do futebol: o dia em que o São Paulo foi tricampeão da Libertadores
Allan Simon Lágrimas do futebol: o dia em que o Palmeiras de Valdivia quase me fez chorar
Barbara Scarelli Lágrimas da bola: o dia em que o Corinthians ganhou o mundo e me fez chorar
Daniel Almeida Lágrimas do futebol: o dia em que o São Paulo me fez chorar – Mundial 2005
Danielle Barbosa Lágrimas do futebol: o dia em que o Real Madrid me fez chorar
Derly Prado Júnior Lágrimas do futebol: o dia em que o Palmeiras me fez chorar
Diogo Miranda Lágrimas do futebol: o dia em que Petkovic me fez chorar
Eduardo Suguiyama Lágrimas do futebol: o dia em que o São Paulo me fez chorar – Libertadores 2008
Flávio Moreira Lágrimas da bola: o dia em que um vexame do Palmeiras me fez chorar
Glauco Costa Lágrimas da bola: O dia em que tive a certeza de que o sentimento nunca ia parar
Janaína Santista Lágrimas do futebol: o dia em que o Santos me fez chorar: o HEPTA tão esperado
Junior Soffner Lágrimas do futebol: o dia em que o rebaixamento do Palmeiras me fez chorar
Lucas Tieppo Lágrimas do futebol: o dia em que o Santos de Diego e Robinho me fez chorar
Márcio Donizete Lágrimas do futebol: o dia em que a Copa do Mundo de 1998 me fez chorar
Matheus Adami Lágrimas do futebol: o dia em que o Flamengo me fez chorar
Matheus Martins Fontes Lágrimas do futebol: o dia em que São Marcos me fez chorar…de alegria!
Nagila Luz Lágrimas do futebol: o dia em que o Santos conquistou a América e me fez chorar
Natalia Zancheta Lágrimas do futebol: o dia em que o Corinthians me fez chorar – Mundial de 2012
Rafael Alaby Lágrimas do futebol: o dia em que o Corinthians me fez chorar
Roberto Junior Lágrimas do futebol: o dia em que o Corinthians me fez chorar- Libertadores 2012
Rogério Lagos Lágrimas do futebol: o dia em que o Palmeiras me fez chorar – Mercosul 2000
Ronald Capita Lágrimas do futebol: o dia em que o Flamengo de Guarulhos me fez chorar
Thiago Jacintho Lágrimas da Bola: O dia que o São Paulo levou uma virada e me fez chorar

Crédito da Foto: Getty Images



Jornalista formada em 2014, torcedora e apaixonada futebol, Fórmula 1 e esportes olímpicos. Sempre de olho nas últimas do mundo do esporte e louca por NBA.