Luta no Brasil faz Ronda se sentir como Rocky Balboa

Reprodução/Facebook

Uma estrela de filme. É assim que Ronda Rousey se sente para o confronto contra Bethe Pitbull. A norte-americana dona do cinturão peso-galo feminino (61kg) do UFC revelou que a luta no Brasil contra uma brasileira faz ela se sentir como num filme do lutador Rocky Balboa.

“É como o filme Rocky”, disse Ronda, durante seu treino aberto ao público na última quinta-feira no Rio de Janeiro. “Quem não quer ser o Rocky Balboa e ter um momento com ele? É como se eu chegasse na União Soviética para enfrentar o Drago. Eu gosto desse clima”.

Ronda fez uma referência ao filme Rocky IV. No filme em questão, o lendário lutador vai até a Rússia para enfrentar e vencer Ivan Drago (lutador local), vingando a morte de seu amigo Apollo Creed e para ser ovacionado pela torcida.

A situação de Ronda é parecida. A norte-americana vem para o Brasil defender seu cinturão dos pesos galos feminino. Mesmo diante de Bethe Pitbull, a norte-americana não espera a torcida brasileira contra.

“Eu espero a torcida dividida”, disse Ronda. “Eu amo o Brasil e não vou ficar ofendida se eu não receber a torcida. Tudo o que eu quero é que os brasileiros realmente se importem com essa luta”.

Ronda e Bethe farão a luta principal do UFC 190 neste sábado. As duas lutadoras estão invictas no MMA. Quem vencer o combate ficará com o título dos Pesos-Galos feminino.

Crédito da foto: Reprodução/Facebook



Profissional formado em Jornalismo, com pós-graduação em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte. Experiência em web-jornalismo e hard news. Bom desenvolvimento de pautas, notas, especiais e grandes reportagens para impressos. Amplo conhecimento do mundo esportivo e de diversas modalidades.