Marcelo Cirino nega insinuações que frequente noite carioca e diz que joga para honrar a camisa do Flamengo

Flamengo
Foto: Divulgação/ Flamengo

Atacante desabafou no desembarque do Flamengo no aeroporto Santos Dummont. Elenco chegou de viagem após vitória contra o Joinville, por 1×0. Cirino, que teve boa participação na partida, disse que ninguém tem prova que ele frequenta a noite no Rio de Janeiro.

LEIA TAMBÉM:
Cristóvão aprova estreia de Ayrton no Flamengo

A vitória que tirou o Flamengo da zona de rebaixamento proporcionou um desembarque tranquilo, sem qualquer transtorno para o elenco rubro-negro. Jogadores e comissão técnica chegaram de viagem nesta quinta-feira, pouco antes das 15h (de Brasília) no Santos Dommont.

O atacante Marcelo Cirino, que teve boa atuação na partida contra o JEC, aproveitou para desmentir qualquer tipo de insinuação de que estaria frequentando festas na noite carioca.

– Muita coisa que anda saindo sobre mim é mentira, mas sempre tive cabeça no lugar, estou muito tranquilo. E quando entro em campo, entro para fazer meu melhor. Não temos que conversar sobre comportamento fora de campo, porque não acontece. Não tem prova nenhuma que isso acontece. É fácil escrever uma coisa assim, difícil é provar. Falaram de mim, do Samir, mas não tem prova alguma do que falam. Enquanto eu puder jogar, eu vou honrar a camisa do Flamengo da melhor forma possível – desabafou o camisa 7 da gávea.

Cirino afirmou que a atitude dos jogadores na última partida não foi em decorrência de nenhuma conversa com o treinador, diretoria ou elenco, mas que existem jogos que proporcionam condições do time ter uma melhor atuação.

– É do jogo. Tem jogo que proporciona isso, tem jogo que não. Esse jogo com o Joinville proporcionou essa marcação pressão e essa movimentação. Eu mesmo reconheço que tive uma boa atuação, que procurei ajudar da melhor maneira. O gol não saiu, mas minha movimentação e marcação ajudaram – disse o atacante.

Em entrevista para o site do clube após a partida de quarta-feira, Cirino disse estar feliz por ajudar e ressaltou que vem treinando forte e que se sente preparado:

– Estou contente com o jogo da equipe e feliz por ajudar. Meus companheiros confiam em mim, assim como o professor, então só me preocupo em fazer o meu melhor. Nunca deixei de treinar forte e estou preparado para quando precisarem de mim. O mais importante é o Flamengo conseguir as vitória – afirmou o MC7.

A delegação do Flamengo retorna ao Rio de Janeiro nesta quinta-feira (02.07) e se reapresenta na tarde de sexta-feira (03.07), no Centro de Treinamento George Helal, em Vargem Grande, onde o elenco se preparar para mais um confronto contra uma equipe catarinense. Domingo, o rubro-negro carioca busca conquistar mais três pontos no Maracanã, contra o Figueirense às 18:30 hs. A vitória afastará o clube da Gávea da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro.

Curtiu essa matéria? Siga o autor no Twitter: @allanmadi.

Foto: Gilvan de Souza/Flamengo