McGregor, sobre Aldo: “Pode correr, mas não pode se esconder”

O irlandês Conor McGregor está mantido na luta principal do UFC 189, que acontece no dia 11 de julho em Las Vegas, nos Estados Unidos. Só que, em vez de encarar o brasileiro José Aldo pelo cinturão dos penas (66kg), o europeu terá pela frente o americano Chad Mendes, em combate que valerá o cinturão interino. Via Twitter, McGregor não perdoou a ausência de Aldo.

LEIA MAIS:
José Aldo está fora do UFC 189 e McGregor vai enfrentar Chad Mendes

“Eles podem correr, mas não podem se esconder”, se limitou a escrever o lutador irlandês, fazendo uma referência velada ao brasileiro. Recheada de rivalidade e provocação de ambas as partes, a luta entre McGregor e Aldo pode nem mesmo acontecer no futuro. Isso porque, caso Chad Mendes vença o irlandês, automaticamente terá a oportunidade de disputar o título linear da divisão até 66kg com o brasileiro. Vale lembrar que Mendes foi o último adversário de Aldo, em outubro do ano passado.

O brasileiro se machucou na última semana após receber um chute na costela. A presença de Aldo na luta era dada como certa, até que o UFC oficializou a baixa na noite de terça-feira (30).

Em entrevista à “ESPN” dos Estados Unidos, McGregor afirmou que Aldo está com medo: “Se um homem está com medo pela sua vida, não podemos forçá-lo a me enfrentar. Sinto que o Aldo tem medo. Os médicos o liberaram para lutar, mas mesmo assim ele decidiu sair da luta. O cinturão deve ser retirado dele”, falou o irlandês.

Crédito da foto: Getty Images



Jornalista, editor do Torcedores.com. Passagens pelos jornais Metro, O Estado de S. Paulo, Jornal da Tarde, Marca Brasil, Agora São Paulo, Diário de S. Paulo e Diário do Grande ABC.