Mercado da Bola: Levir Culpi não relaciona Patric, que deve deixar o Atlético-MG

Crédito da foto: Bruno Cantini/CAM

O Atlético-MG terá um importante desfalque já a partir deste domingo (5), em Porto Alegre, no jogo contra o Internacional, pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro. O lateral-direito Patric, destaque do Galo neste início de Brasileirão, não deve fazer mais parte dos planos do clube e será negociado. Quem garantiu foi o técnico Levir Culpi, que sequer relacionou o jogador de 26 anos para o confronto com o Colorado.

LEIA MAIS
Opinião: Atlético-MG terá agora 4 jogos-chave para se firmar como candidato ao título
Patric, do Atlético-MG, é o maior ‘garçom’ do Brasileirão e põe pulga atrás da orelha de Levir
Mercado da bola: Guilherme não entra em acordo com Cruz Azul e deve ser reintegrado ao elenco do Atlético-MG

“O atleta pode assinar pré-contrato até seis meses antes do término. Acertou com o time, nesses seis meses você começa a pensar como que vai ser lá, as mudanças. O jogador sai um pouco do foco. Sou a favor de o clube fazer com que ele não jogue. Ele já está negociado praticamente”, garantiu o treinador do Atlético após o treinamento desta sexta-feira (3). Levir escalou Carlos César na lateral-direita, já que Marcos Rocha está em fase final de recuperação de uma lesão na panturrilha.

Patric recebeu nesta semana uma proposta do futebol turco, o Osmanlispor, e tem tudo para aceitar. Como seu contrato termina no final de 2015, ele já pode assinar um pré-acordo com qualquer outro time. A diretoria atleticana só pretende relacionar o atleta novamente para as partidas se renovar o vínculo, para não tirar a concentração total do jogador, maior “garçom” do Brasileiro até o momento, com seis assistências.

“A gente vem tentando renovar desde janeiro com o Patric. Era um procurador, passou para outro e depois com o pai dele. Falei que estava com o prazo terminando. E aqui, se não tem a renovação, o jogador não joga. Se ele não renovar, ele não joga. Colocamos isso para o Levir. Se não renovar, ele não jogaria”, explicou o diretor de futebol Eduardo Maluf.

O Atlético-MG já negociou o atacante Jô com o Al Shabab (EAU) e liberou Guilherme para reforçar o Cruz Azul (MEX), porém o empresário do jogador não concretizou a transação e ele será reintegrado ao elenco do Galo, vice-líder do Nacional, com 20 pontos.

Crédito da foto: Bruno Cantini/CAM

* Curtiu esta matéria? Siga o autor no Twitter: @marciodonizete



Jornalista desde 2012, com passagens pelos jornais ABCD Maior e Diário do Grande ABC, além do canal NET Cidade. Atualmente como repórter colaborador no site Torcedores.com.