O dia que conheci meu ídolo Juninho Pernambucano

Acervo pessoal

Sou de uma geração de vascaínos que viu o final do período das glórias. Guardo com carinho alguns momentos, como aquela batida no peito pedindo para torcida cantar na virada da Copa Mercosul contra o Palmeiras em 2000 em pleno Parque Antarctica e sempre quis sua volta, sempre acompanhei pela mídia sua possível volta e também torcia sempre quando ele entrava em campo pelo Lyon ou pela seleção brasileira. E um dia ele volta ao meu clube do coração, um começo de sonho realizado…

LEIA MAIS:
Juninho Pernambucano, o maior jogador da história do Lyon

O ano era 2012 e o Vasco tinha acabado de sair da Libertadores eliminado pelo Corinthians. Foram dois confrontos equilibradíssimos. Nesse período conheci meu ídolo, aquele que a arquibancada canta relembrando a façanha contra o River no estádio Monumental de Nuñez em 98. Juninho, agora em sua segunda passagem, jogava no último timaço do Vasco, aquele que fazia a torcida sonhar, junto com o outro ídolo, Felipe, e com outros excelentes jogadores como Dedé e Diego Souza.

Lembro que foi em um shopping aqui no Rio de Janeiro. Sessão de autógrafos de uma das lojas fraqueadas do Vasco. Eu acordei tão feliz que minha namorada da época ate ficou chateada, ela sabia o carinho que eu tinha pelo Juninho e que sempre sonhei em encontrá-lo… Sim, ela ficou com ciúmes, mas, voltando, lembro que ele apareceu na hora marcada para estar lá.

O Juninho sempre se mostrou muito profissional, mas tratar os torcedores com essa consideração foi algo bem legal. Pacientemente ele atendeu cada um e conversava. Eu esperava na fila ansioso, até que chegou minha vez. Meu celular nem era tão bom, mas guardo até hoje a foto que o segurança da loja tirou. Ainda deu tempo de pedir com certo medo da resposta: “Posso te abraçar?”, e ele olhou para aquele menino que na época tinha 17 anos e disse “sim”.

Essa é uma das lembranças que sempre vou guardar na minha vida.

Crédito da foto: Acervo pessoal



22 anos, estudante de jornalismo, colaborador no site @torcedorescom, estagiário de mídias sociais no @PortalF3 e comentarista esportivo do programa @TabelaCarioca.