Opinião: Dorival Jr faz o Santos renascer com mudança de postura

Foto: Ivan Storti/Santos FC

O Santos antes do técnico Dorival Jr era apontado por muitos como candidato ao rebaixamento em 2015, após Dorival assumir o time o cenário mudou e o bom futebol da equipe santista voltou.

Marcelo Fernandes que assumiu o time no Campeonato Paulista após a demissão de Enderson Moreira levou a equipe santista – desacreditada – ao título da competição após vencer o Palmeiras nos pênaltis. Porém, com desfalques no Campeonato Brasileiro como as ausências de Robinho, Valência, Caju que serviram as seleções, Elano, Renato, Chiquinho, Vanderlei, entre outros atletas que estavam se recuperando de lesões, os resultados negativos foram inevitáveis.

Além dos desfalques, Marcelo Fernandes foi perdendo força para seguir no comando técnico do Peixe por conta das derrotas e pela falta de experiência  para inovar nos treinamentos e nas escalações.

Após a goleada contra o Goiás por 4 a 1, nomes como Alexandre Gallo, Mancini, Leão e até Sampaoli foram noticiados pela imprensa. O nome de Dorival Jr não era visto com bons olhos pela maioria dos torcedores santistas por conta dos últimos trabalhos do treinador, no Vasco o técnico teve um aproveitamento de 40,22% com 29 jogos, 9 vitórias, 8 empates e 12 derrotas, no Fluminense com apenas 5 jogos teve um aproveitamento de 66,66% com 3 vitórias, um empate e uma derrota, no seu último trabalho4 Dorival Jr comandou a equipe do Palmeiras e teve um aproveitamento de 38,33% com 20 jogos, 6 vitórias, 5 empates e 9 derrotas.

TREINAMENTO
Sem clube o técnico Dorival Jr passou por um período de reciclagem na Europa, o treinador visitou clubes como Bayern, Roma, Lazio e Real Madrid. A experiência na Europa fez com que o técnico aprimorasse as técnicas utilizadas nos treinamentos, principalmente em relação a intensidade dos treinos.
Em sua primeira partida após ser contratado pelo Santos a equipe santista venceu o Figueirense por 3 a 0, antes da partida o técnico teve apenas um treino, onde preteriu utilizá-lo para ajustar o time taticamente. Com Marcelo Fernandes o treino do Santos era baseado em rachões, com Dorival o rachão foi utilizado apenas em uma sexta-feira que antecedeu ao clássico contra o Palmeiras, durante a semana os treinos realizados no CT Rei Pelé foram táticos.

DEFESA
Ao assumir o Santos o cenário encontrado por Dorival Jr era de uma equipe que havia sofrido 21 gols em 12 jogos do Campeonato Brasileiro.
Comandando o time há quatro jogos (três jogos pelo Campeonato Brasileiro e um jogo na Copa do Brasil) o time sofreu dois gols em falhas individuais. O goleiro Vanderlei  desde a chegada de Dorival Jr pouco trabalha nas partidas, resultado de uma equipe que propõe jogo e busca o gol a todo momento, fazendo com que a defesa pouco trabalhe durante o jogo.

GABIGOL/ZECA    
Dois jogadores revelados pelo clube e que não estavam sendo bem aproveitados antes da chegada de Dorival Jr. O lateral Zeca estava de saída do Peixe, porém, após o treinador bancar a titularidade de Zé Carlos o atleta permaneceu no Santos. Além de ser peça fundamental para a permanência de Zeca, o técnico Dorival Jr também colocou os laterais em suas respectivas posições, Victor Ferraz que é lateral-direito de origem voltou para sua posição e Zeca que é lateral-esquerdo vem desempenhando bons jogos.
Nas duas últimas partidas contra Sport e Joinville a equipe santista marcou dois gols em duas jogadas envolvendo Zeca e Gabigol.
Gabriel após a chegada de Dorival Jr balançou as redes cinco vezes, o atacante santista que completou 100 jogos com a camisa do Peixe na partida contra o Palmeiras era presença garantida na maioria dos jogos do Santos no banco de reservas, entrando apenas nos minutos finais.

Com mudanças pontuais e uma nova forma de posicionar o time em campo, o Santos de Dorival Jr respira novos ares na Copa do Brasil e no Campeonato Brasileiro.
No último domingo a equipe derrotou o Joinville com desfalques importantes – Ricardo Oliveira e Lucas Lima – e mesmo assim conseguiu dominar o jogo. Nos próximos jogos a equipe santista enfrenta o Flamengo no Maracanã e em seguida Coritiba e Vasco em casa, oportunidade para Dorival Jr e o Santos provarem que a mudança continua e que o risco de rebaixamento ficou para trás.
 

Siga Nagila Luz nas redes sociais: Twitter | Facebook | Instagram 

Foto: Ivan Storti/Santos FC



Nagila Luz (22) é jornalista formada pela UNITAU.