Opinião: Globo escancara complexo de vira-latas ao não mostrar final da Copa América

Crédito da foto: Reprodução/TV Globo

A Rede Globo decidiu não transmitir a final da Copa América, neste sábado (4), às 17h (horário de Brasília), entre Chile e Argentina. Lionel Messi, favoritíssimo ao prêmio de melhor jogador do mundo após uma temporada brilhante na Europa com o Barcelona campeão de tudo, estará em campo e poderá acabar com um jejum de 22 anos sem títulos da seleção principal de seu país. Mas isso, se acontecer, a Globo não vai mostrar.

LEIA MAIS
Sem Brasil, final da Copa América fica fora da TV aberta

O interesse do público brasileiro que cada vez mais gosta do futebol internacional é evidente. Quem hoje, fã de Champions League e ligas nacionais europeias, não quer ver se Messi vai finalmente conquistar um título com a seleção principal? Um feito que uma geração inteira não conseguiu. O jogo da semifinal entre Argentina e Paraguai, cuja não-exibição pela Globo é mais explicável pelo horário ruim em um dia de semana, deu cinco pontos de audiência ao canal fechado SporTV, segundo o jornalista Flávio Ricco.

Cinco pontos da TV por assinatura é MUITA coisa. Mas a Globo preferiu abrir mão e seguir com sua grade normal. Mesmo com o Chile podendo ser campeão da Copa América pela primeira vez, diante de sua torcida e contando com Jorge Valdivia, ainda ídolo dos palmeirenses, em campo.

Não dá para esquecer de que é a mesma emissora que transmitiu justamente a final da Euro-2012, quando Espanha e Itália disputaram o título. Teve 15 pontos de audiência em um domingo, algo que hoje seria para comemorar. A Espanha tinha uma geração maravilhosa, bicampeã europeia e campeã mundial em 2010. Mas não tinha um Messi, uma figura extremamente popular. Só pode ser complexo de vira-latas, a ideia de que a Europa é linda, maravilhosa e muito superior, e por isso não devemos dar atenção ao resto do mundo.

É lamentável que o público da TV aberta esteja privado de assistir a esse jogo histórico, que no Brasil só será visto pelo SporTV, canal fechado. Mais lamentável ainda que a Conmebol, com sua incompetência de sempre, não tenha feito como a UEFA e colocado em contrato a obrigatoriedade de exibição da final em canal aberto. Nem que fosse para a Globo ceder a decisão para a Bandeirantes, sua parceira no futebol.

Foto: Reprodução/TV Globo



Editor do Torcedores.com, está no site desde julho de 2014. Repórter e apresentador da TV Torcedores. Formado pela Universidade Metodista de São Paulo, já passou por UOL, Editora Abril e Rede Record. Participou da cobertura da Copa do Mundo de 2014, de dois Pans, dos Jogos Olímpicos de Londres 2012 e do Rio 2016.