Opinião: Osorio foi enganado. Não adianta culpá-lo se o São Paulo fracassar

Crédito da foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net

O técnico Juan Carlos Osorio foi enganado pelo presidente Carlos Miguel Aidar e seus asseclas no São Paulo. Torcedor, de uma coisa tenha certeza: se o Tricolor fracassar no Brasileirão, o treinador colombiano NÃO será o maior responsável.

LEIA MAIS:
Pato diz que só pensa no São Paulo: “Corinthians e Andrés não são importantes”
Boschilia recebe proposta e são-paulinos pedem sua permanência em rede social; veja

Foi prometido a Osorio um time competitivo. O que acontece é o contrário: o time competitivo se desmanchou. O São Paulo virou um ‘balcão de negócios’: quem der mais, leva.

Desde que Osorio chegou, saíram Souza, Denílson, Cafu, Paulo Miranda, Ewandro. Dória não renovou. Boschilla, pelo visto, é o próximo da lista. Quem chegou para ‘compensar’? Os desconhecidos Luiz Eduardo e Guisao. Pouco, muito pouco para quem quer algo a mais neste Brasileirão.

Como bem observou o grande Menon em seu blog, Aidar adota a estratégia de atacar o antecessor que o elegeu na presidência (Juvenal Juvêncio) e acha que vai convencer o torcedor com campanhas fajutas de marketing que não passam de factóides, como o plano “Eu pago o Pato”.

Sou entusiasta declarado da ideia de os treinadores estrangeiros comandarem equipes importantes do futebol brasileiro. Acho o intercâmbio muito saudável. A iniciativa é importante porque ajuda a diminuir a arrogância e a autossuficiência dos nossos comandantes. Quero que nomes como Osorio e Aguirre durem por muito tempo no Brasil.

Mas todos precisam fazer a sua parte. E a diretoria do São Paulo não está fazendo a dela com Osorio, que faz muito bem em reclamar.

Crédito da foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net



Jornalista de esportes desde 2005, com passagem pelo UOL e Terra. Editor de comunidades do Torcedores.com e blogueiro do renanprates.com