Parma é refundado, muda nome e terá ídolo Nevio Scala como presidente na nova fase

Crédito da foto: Getty Images

A falência já é passado para o Parma (ITA). O clube foi refundado nesta semana e recomeçará de baixo. Disputará a chamada Serie D do Calcio italiano (4ª divisão) e terá um grande ídolo como presidente: Nevio Scala, ex-técnico que treinou o time na década de 1990 e que venceu principalmente a Recopa e Supercopa Europeia de 1993, além da Copa da Uefa 1994/1995, será agora quem vai liderar o reinício do Parma Calcio 1913, novo nome da agremiação.

LEIA MAIS
Jogadores e técnico do Parma lamentam falência do clube, oficializada nesta segunda
Parma sofre segunda falência da história e vai atuar em ligas amadoras na Itália
Relembre 5 grandes jogadores que atuaram no Parma, falido nesta segunda

Até o final de junho a nomenclatura era Parma Football Club e precisou ser extinta devido às dívidas de 100 milhões de euros que tinha acumulado até então. Como ninguém conseguiu comprar a equipe e pagar essa conta, precisou ser refundada e perdeu seu título esportivo. Agora, no novo projeto, oito empresários injetaram o total de 2 milhões de euros para o clube juntar os cacos e recomeçar do zero, na liga amadora da Itália.

Os novos proprietários são Guido Barilla, Gian Paolo Dallara e Marco Ferrari, que somam juntos cerca de 60% dos direitos do time. O Parma já enviou pedido de inscrição para a Serie D, teve a aceitação autorizada pela FIGC (Federazione Italiana Giuoco Calcio) para jogar e tem a liberação da Prefeitura da cidade para usar o Estádio Ennio Tardini, palco dos principais momentos parmenses no futebol da bota.

Mesmo no amadorismo, agora o torcedor tem novamente um clube para torcer no município, conhecido como “terra do presunto”.

Crédito da foto: Getty Images

* Curtiu esta matéria? Siga o autor no Twitter: @marciodonizete



Jornalista desde 2012, com passagens pelos jornais ABCD Maior e Diário do Grande ABC, além do canal NET Cidade. Atualmente como repórter colaborador no site Torcedores.com.