Petkovic revela em entrevista o desejo de voltar ao Flamengo

Divulgação/Gaspar Nóbrega/VIPCOMM

Em entrevista ao canal Fox Sports, o “gringo mais querido do Brasil” declarou sua vontade de voltar ao rubro-negro carioca. Dejan Petković fez história no Clube de Regatas do Flamengo, nas duas passagens que teve pelo time carioca, além de ter defendido por outros times brasileiros.

O sérvio, que não teve aproveitamento no seu país e em outras nacionalidades, iniciou seu sucesso futebolístico aqui em terras tropicais, quando foi para o Vitória por empréstimo no final dos anos 90.

O meia, especialista em bolas paradas e passes – carinhosamente apelidado de Pet – só teve reconhecimento do seu país em 2010, quando foi anunciado como Cônsul Honorário da Sérvia no Brasil.

Hoje, Pet atua como técnico do Criciúma na Série B do Campeonato Brasileiro, desde o dia 12 de Junho desse ano. Antes, trabalhou nas categorias de base do Atlético Paranaense (2013) e comandou o sub-23 do Furacão (2014) no Brasileirão. Pelo clube catarinense tem apresentado bom aproveitamento com três vitórias e cinco empates.

O gringo carioca usa de propostas modernas na sua forma e dirigir uma equipe. No último jogo contra o Botafogo – acontecido na casa do adversário – o então técnico quase brasileiro manteve o esquema tático 4-3-3, com uma defesa bem compactada, linhas próximas e bom posicionamento dos jogadores em campo.

O Criciúma ainda tem muito a melhorar – não está numa boa posição da tabela – assim como diz Petkovic. Falta um “meia armador” para acertar os passes, capricho na conclusão das jogadas, melhor aproveitamento dos espaços livres. Mas tudo acontecerá com o tempo.

Pet se preparou bastante para a condição de técnico, estudou em outros países, além de, claro, ter sido um excelente jogador. Tem muitos pontos a seu favor e conhece muito bem o futebol brasileiro. Pretende até se naturalizar aqui e, quem sabe, quando esse preconceito retrógrado contra os estrangeiros acabar, ele estará na seleção brasileira.

O fato é que certamente um dia ele estará dirigindo o Flamengo dentro de campo e será muito bem recebido pela nação rubro-negra, por toda sua bela história com a torcida – dita por muitos – como a maior do Brasil.

Crédito da foto: Divulgação/Gaspar Nóbrega/VIPCOMM



Escrevo por paixão. Amo futebol, tenho carinho por vôlei e flerto com o basquete de vez em quando.