Reviravolta! Próximo desafiante de Weidman pode sair da revanche entre Rockhold x Jacaré

NEWARK, NJ - APRIL 18: Ronaldo 'Jacare' Souza of Brazil celebrates his win over Chris Camozzi by tap out in their middleweight bout during the UFC Fight Night event at Prudential Center on April 18, 2015 in Newark, New Jersey. (Photo by Alex Trautwig/Getty Images)

Estava praticamente certo que o atual detentor do cinturão dos médios (84kg) do UFC, Chris Weidman, enfrentaria Luke Rockhold em dezembro, em Nova Iorque. Dana havia separado o Madison Square Garden para realizar o combate, mas a lei que aprovaria a realização de eventos de MMA no estado não foi votada e a proibição continua. Com isso, um embate entre Rockhold e o brasileiro Ronaldo Jacaré (foto) surge como opção para definir quem vai enfrentar o campeão.

LEIA MAIS:
Cinco polêmicas envolvendo Dana White, presidente do UFC

Em entrevista ao site “MMA Mania”, Weidman afirmou que pretende lutar até o final do ano, mas não sabe quem será o desafiante. “Espero que seja Rockhold ou Jacaré”, completou. Caso aconteça, a luta vai colocar frente a frente os últimos dois campeões dos médios no extinto Strikeforce.

Jacaré está em excelente forma. São oito vitórias consecutivas sendo cinco no UFC. O brasileiro venceu de forma convincente todos os seus oponentes e só não finalizou Francis Carmont nesta série invicta. Curiosamente, sua última derrota foi para Luke Rockhold, em setembro de 2011, na disputa do cinturão dos médios do Strikeforce. Jacaré era o campeão, mas sucumbiu após ser dominado por cinco rounds.

E o americano também está perto de alcançar o auge na carreira. Em busca do title shot, Rockhold finalizou os últimos adversários que enfrentou. Quatro vitórias convincentes, incluindo uma finalização avassaladora contra Lyoto Machida há pouco mais de um mês. Em cinco lutas no UFC, só perdeu em sua estreia para Vitor Belfort. Mas na ocasião, o “Fenômeno” ainda fazia o uso de TRT e estava muito forte. Derrota normal para um estreante.

Ambos merecem o title shot pelo que fizeram até aqui. Aliás, são os únicos lutadores capazes de incomodarem Chris Weidman na atualidade. São as duas últimas lutas para o campeão antes que ele force Dana White a pensar em superlutas ou mudanças de categorias, como aconteceu com Lyoto Machida, que desceu dos meio-pesados (93kg) para os médios. Weidman é intocável no momento e nada mais justo do que colocar os dois principais desafiantes frente a frente para ver quem merece a chance de lutar pelo título da categoria.

Crédito da foto: Getty Images



Jornalista esportivo!