Opinião: Ronaldinho no Flu é Marketing ou bola?

Divulgação/Flickr Oficial do Fluminense

Ronaldinho Gaúcho começou essa semana a treinar nas Laranjeiras, e, se o técnico Enderson Moreira desejar, já pode estrear neste sábado (1) no Maracanã contra o Grêmio.

LEIA MAIS
Homem que tirou carro de ciclovia é o mais forte do Brasil; saiba mais

Seria para o Marketing do Fluminense um sucesso sua estreia ser contra o Grêmio, a equipe que o revelou para o futebol, e também o time do qual ele teve saída conturbada para a Europa, além de negar um retorno em sua volta ao Brasil, quando seu empresário e irmão Assis fez um leilão entre Grêmio, Palmeiras e Flamengo.

Tecnicamente sabemos que o Ronaldinho é muito acima dos outros, se ele abrisse mão de suas festas noturnas e atividades paralelas, ele poderia até hoje estar jogando em grande nível ainda no futebol europeu, mas desde seu auge no Barcelona ele não se esforça como antes.

Não é mais um atleta profissional, que precisa cuidar do corpo, alimentação, para poder render no seu máximo dentro de campo, hoje o futebol é muito intenso e se o jogador não abrir mão de certas coisas fora do campo, não vai render em campo!

Ele fora de campo vai ser um sucesso, para o Marketing do Fluminense vai ser um sucesso. Mas hoje Ronaldinho é só um jogador midiático. Para exposição de sua marca ter um jogador desse gabarito e história é uma maravilha, mas dentro de campo é uma incógnita. Pode dar certo, se abrir mão da vida noturna, e se estiver motivado. No México, dentro de campo não deixa saudades. E no Fluminense, como vai ser? Uma incógnita para mim…



Estudante de Jornalismo. Setorista no Torcedores.com do Santos e Botafogo.