Saída de Neymar não fez média de público do Santos cair

Foto: Ivan Storti / Santos FC

Após a saída de Neymar em 25 de maio de 2013, a média de público do Santos nas competições não teve uma queda acentuada, como esperado por muitos.

LEIA MAIS:
Após saída de Neymar, Santos cresce no Brasileiro, mas cai no mata-mata

Apesar do craque do Barcelona e da seleção brasileira atrair os olhares de milhares de pessoas por onde passa, não houve grandes mudanças em relação a presença de torcedores nos estádios entre a estreia em 2009 e após a saída em 2013.

O ano de 2009 marcou a estreia de Neymar com a camisa do Santos, em uma partida válida pelo Campeonato Paulista, diante do Oeste. Naquela época, o atacante não possuía o status que possui hoje, mas já era visto como uma grande esperança entre os torcedores e dirigentes santistas. Porém, apesar do Peixe ter disputado a final do Campeonato Paulista a realidade no Brasileiro foi outra, brigando contra o rebaixamento o Santos encerrou sua participação no Campeonato Brasileiro na décima segunda colocação, com apenas quatro pontos na frente do primeiro clube rebaixado.
A média de público em 2009 foi de 9.038 torcedores.

No ano de 2010, o Peixe foi a sensação do Brasil com o time das dancinhas, com a conquista do Campeonato Paulista e da Copa do Brasil. A média de público do Peixe no Campeonato Brasileiro chegou em 9.253 torcedores.

Em 2011, ano em que o Peixe conquistou o Bi Campeonato Paulista e o Tri da Libertadores a média de público foi de 8.892 torcedores, no Campeonato Brasileiro a equipe santista chegou a ocupar a 14ª posição entre as maiores médias dos 20 clubes. O maior público registrado no Campeonato Brasileiro de 2011 pelo alvinegro da Vila foi de 18.044 torcedores, a menor presença de torcedores no ano foi de 3.477. A arrecadação foi de R$ 3.679.235.

O ano de 2012, trouxe ao torcedor santista o Tri Campeonato Paulista e a Recopa. Apesar das conquistas o Santos não figurou entre as 20 maiores médias de clubes de todas as séries do Campeonato Brasileiro. O Peixe teve em 2012 uma média de 8.107 torcedores, com o maior público de 15.774 e o menor com 3.215. A arrecadação foi de R$ 2.801.677.

Em 2013, ano em que o Santos diferente das temporadas anteriores não levantou nenhuma taça e ainda teve a saída do ídolo Neymar no meio do ano. A média de torcedores do Santos nos estádios foi de 10.348 torcedores.

No ano de 2014, o Peixe também não conquistou nenhum título, porém, no primeiro ano sem o camisa 11 a média de sua torcida presente nos estádios não teve grande queda. A equipe santista ficou entre as 13 maiores médias da competição nacional com uma média de 9.243 santistas. O maior público registrado foi no clássico paulista contra o São Paulo, que foi disputado na Arena Pantanal. O menor público foi na Vila Belmiro, em partida contra o Cruzeiro, a casa do Peixe recebeu 4.094 torcedores. A arrecadação em 2014 foi de R$ 5.858.051

O ano de 2015 começou cheio de incertezas na Vila Belmiro por conta da situação financeira da equipe, porém, mais uma vez o Santos se reinventou e conquistou o Campeonato Paulista em cima do Palmeiras, a média de público da competição regional foi de 9.752.

Até o momento a média de torcedores no Campeonato Brasileiro é de 8.602 santistas, o maior público foi registrado no confronto contra o Sport com 13.481 pessoas.

Sócio Rei

Após a saída de Neymar o número de adesão ao programa Sócio Rei (sócios do Santos) teve uma queda considerável. No ano de 2010 o Santos contava com cerca de 23 mil adesões, com o lançamento do programa Sócio Rei e do sucesso da equipe santista, estrelada por Neymar o número em 2012 chegou aos 50 mil sócios.
Porém, dois anos após a saída de Neymar o Peixe estacionou e não consegue bater a marca de 60 mil associados. Atualmente o torcedômetro (ranking do futebol melhor) coloca o Santos na oitava posição com 59.316 sócios.

Crédito da foto: Ivan Storti/Santos FC



Nagila Luz (22) é jornalista formada pela UNITAU.