Shogun e Minotouro se enfrentam no Rio por uma chance de renascimento

Getty Images

O maior evento de MMA do mundo volta ao Rio de janeiro no dia 1º de agosto. O UFC 190 terá Ronda Rousey x Bethe Correia como luta principal, mas o combate mais aguardado deve ser Shogun x Minotouro, que fazem o co-main event da noite, e buscam redenção.

Mauricio Shogun é um dos lutadores mais influentes do mundo das artes marciais mistas. Após fazer história no Pride, o curitbano aterrissou no UFC com a fusão dos dois eventos e em apenas um ano, já tinha conquistado o cinturão dos meio-pesados (até 93kg). O título veio na segunda tentativa contra Lyoto Machida, mas saiu de suas mãos rapidamente. Enquanto os brasileiros comandavam a categoria, Jon Jones despontava como um fenômeno para destronar Shogun.

Desde a perda do cinturão para Jones em 2011, o brasileiro não foi mais o mesmo. Lutou oito vezes e ganhou apenas três, contra lutadores mais fracos. Quando enfrentou nomes como Alexander Gustafsson, Chael Sonnen e Dan Henderson, foi nocauteado. Aos 33 anos, Shogun está em declínio na carreira e uma vitória contra Minotouro pode ser a oportunidade de provar à Dana White que ainda não está acabado.

Do outro lado está Minotouro. O veterano nunca conseguiu o título do Ultimate, mas já venceu grandes nomes como Tito Ortiz e Rashad Evans. Apesar de um bom cartel, nunca esteve entre os principais lutadores da modalidade. Dono de um boxe apurado – que já lhe rendeu medalha de bronze no Pan de 2007 -, Minotouro também possui faixa preta no jiu-jitsu. É um lutador bem completo, mas que também já está na fase final da carreira.

Ambos lutam por uma chance de renascimento na categoria, mas uma derrota pode decretar o fim da jornada para um deles. Pelo menos no UFC.

Crédito da foto:



Jornalista esportivo!