Supercopa da Inglaterra: muito além de um amistoso

Gunners venceram o Manchester City por 3 x 0 em 2014

A Supercopa da Inglaterra (Community Shield) reúne os campeões do Campeonato Inglês e da Copa da Inglaterra, as duas principais competições do País. Tradicionalmente, o torneio abre a temporada oficial do Reino Unido e neste ano os rivais Arsenal e Chelsea decidem o título, domingo, a partir das 11h, no lendário estádio de Wembley.

Embora muitos considerem o torneio amistoso, para Arsenal e Chelsea pode valer muito. Afinal, 50% dos times que vencem a Supercopa acabam levando também o Campeonato Inglês. O campeão levou vantagem sobre o vice no restante da temporada em 70% das vezes, o que já rende a gozação com o adversário. O próprio José Mourinho acredita que o torneio tem, sim, seu valor. Está entre isso (amistoso e competitivo). É mais do que um amistoso, como fizemos contra Barcelona e Paris Saint-Germain, mas é menos do que um jogo do Campeonato Inglês. A motivação é diferente”, aponta.

Os Gunners têm ampla vantagem de títulos sobre os Blues. São 13 contra apenas quatro do time de José Mourinho. A equipe de Arsène Wenger, inclusive, venceu a última edição, em 2014, contra o Manchester City, por 3 x 0. Quem mais levantou o troféu foi o Manchester United, em 20 oportunidades.

A festa em Wembley, diante de 90 mil pessoas, terá a presença da cantora Jess Glynne, que emplacou o hit “Hold my Hand” nas rádios britânicas. Ela será responsável também por cantar o hino nacional antes do duelo. Dentro de campo, a arbitragem ficará a cargo de Anthony Taylor, que não costuma economizar cartões em suas partidas.



Jornalista graduado pelo UniCEUB, em 2010. Trabalha com esportes desde 2010 e atualmente sub-editor do caderno Torcida, do Jornal de Brasília. Passou também pela redação do Jornal Metro. Cobriu jogos do Brasileiro (Séries A a D), Copa do Mundo-2014 e Campeonato Candango, além de eventos como o Novo Basquete Brasil e a Liga Futsal.