Tite diz que já teve fama de “faceirinho” no Sul por atacar demais e levar muitos gols

RIO DE JANEIRO, BRAZIL - JULY 12: Head coach Tite of Corinthians gestures during a match between Flamengo and Corinthians as part of Brasileirao Series A 2015 at Maracana Stadium on July 12, 2015 in Rio de Janeiro, Brazil. (Photo by Buda Mendes/Getty Images)

O treinador do Corinthians, Tite, esteve no programa “Os Donos da Bola” na tarde desta quinta-feira (30) e respondeu a algumas perguntas dos comentaristas que participam do programa apresentado pelo ex-jogador Neto. Entre elas, sobre a fama de ser retranqueiro.

Tite alegou em sua defesa que o importante é o equilíbrio e o saldo entre gols feitos e sofridos e que nesse quesito o Corinthians possui atualmente o segundo melhor saldo de gol do Brasileirão. Disse ainda que nos tempos de sul, em alguns momentos, teve fama de “faceirinho”, por atacar demais e tomar muitos gols, jogar muito na empolgação, fazer muitos gols mas também tomar muitos. Tite relembrou quando treinava o Grêmio e eliminou o Corinthians por 5 a 3 (somados os dois jogos) pela Copa do Brasil em 2001. Também nos tempos de Internacional, com os atacantes Nilmar e Taison, o Colorado aplicava uma goleada atrás da outra. ” São elencos diferentes e futebol que muda”, explicou o treinador.

A maioria das perguntas foram em torno da insistência do treinador em manter Vagner Love no Corinthians, visto que o atacante em 30 jogos anotou apenas cinco gols. Sobre o assunto, Tite limitou-se a dizer que, para ele, dar oportunidade, significa dar chance de repetir e o atacante Vagner Love com a atual formação tem apenas 6 jogos. Tite ainda acrescentou que para ele Danilo só será utilizado como atacante em casos de extrema necessidade por entender que o jogador é um meia e gostar de utilizar jogador específico da posição sempre que possível. Ainda sobre o assunto atacante, falou que o jovem Luciano tem muito potencial, estrela, e ótimo posicionamento como finalizador além de ter amadurecido muito principalmente por entender que ser reserva não é um demérito.

Tite deu uma grande explicação e, inclusive, dicas de como entende que deve ser o futebol.

“Ao meu entender o sucesso do futebol está atrelado a três fatores: posse de bola, para que você tenha o controle e domínio do jogo; saber contra atacar, para que você consiga efetuar uma transição rapidamente do ataque para a defesa, utilizando ao seu favor os momentos em que o adversário te agride.
E recuperar rápido a bola.  É fundamental você conseguir recuperar a bola no local que perdeu para aproveitar o time ainda armado”, finalizou o treinador.

Crédito da foto: Getty Images