Tite revela conversa para assumir seleção brasileira em 2012 após saída de Mano

Divulgação

Tite foi um dos nomes mais cotados para comandar a seleção brasileira após o vexame na Copa do Mundo de 2014, mas a CBF preferiu recolocar Dunga no cargo. O treinador do Corinthians, no entanto, revelou que foi sondado para assumir o time dois anos antes.

LEIA MAIS
Vagner Love diz que não xingou Tite: “Mamãe me ensinou a respeitar os mais velhos”
Opinião: Tite deveria ressuscitar o esquema de jogo do Corinthians da Libertadores-2012

Em entrevista ao programa FOX Sports Rádio Night na noite da última segunda-feira, o treinador revelou que o ex-presidente Mário Gobbi foi responsável pela sondagem logo após a saída de Mano Menezes, em novembro de 2012.

“Foram conversar sobre a possibilidade de me liberar, pois tínhamos o Mundial (de Clubes) no Japão”, disse Tite.

Além de revelar a sondagem, o treinador do Corinthians se mostrou favorável à chegada de um técnico estrangeiro para comandar a seleção brasileira, desde que seja um bom profissional.

“Técnico estrangeiro (na seleção)? Palavra de honra: se trouxer mais qualidade, melhor para todos. Se eu permito? Eu gostaria. Tu não podes trazer o nível para baixo. Tem de trazer técnico bom, quanto mais intercâmbio melhor, em todas as áreas”, disse Tite em entrevista no FOX Sports Rádio Night.

Ter um técnico estrangeiro no comando da seleção brasileira virou assunto recorrente no meio do futebol depois que Daniel Alves revelou que Pep Guardiola tinha interesse em assumir o time.

Hoje no comando do Corinthians, Tite gaúcho nutria a esperança de assumir a seleção após a saída de Luiz Felipe Scolari depois da Copa do Mundo de 2014. Porém, a CBF decidiu recolocar Dunga no cargo.

Crédito da foto: Divulgação



Editor senior do Torcedores.com, o jornalista formou-se na Universidade Metodista em 2009 e passou pelas redações do Diário do Grande ABC, Agora SP, UOL e Fox Sports, onde fez a cobertura da Copa do Mundo de 2014. Está no Torcedores desde outubro de 2014.