Veja como Fluminense pretende trabalhar a imagem de Ronaldinho Gaúcho

Foto: Divulgação

Nesta terça-feira, o presidente Peter Siemsen concedeu entrevista para a “BandSports” e comentou como pretende utilizar a imagem do meia-atacante Ronaldinho Gaúcho. O mandatário do Fluminense também explica, como aconteceu o acerto com o novo camisa 10 das Laranjeiras.

LEIA MAIS:
Veja cinco jogadores que atuam no futebol argentino e poderiam reforçar seu time

Foi uma coisa tranquila (a contratação de Ronaldinho). O Fluminense, simplesmente, através do Mário Bittencourt, vice de futebol,, fez uma proposta pés no chão e ficou aguardando os acontecimentos. Não houve nenhuma dificuldade, a conversa foi positiva. A história dele no Atlético foi muito boa, campeão, como referência. O nível de confiança do Atlético naquele momento cresceu muito. Tanto que ganhou a Libertadores, uma conquista inédita na vida do clube e, certamente, o Ronaldinho foi peça-chave nesse trabalho. Da nossa parte, estamos trabalhando da mesma forma, considerando-o como referência. Hoje o elenco é composto de mais de 50% composto pela garotada e isso terá uma enorme influência positiva e acho que vai ajudar demais o Fluminense. Ele e Fred muito podem ajudar muito”, aposta o presidente tricolor.

Peter destaca que na época do Atlético-MG, o meia Ronaldinho Gaúcho foi importante para o clube conquistar a Copa Libertadores da América. A ideia do dirigente tricolor é utilizar o jogador da mesma forma, que se destacou na equipe mineira.

Ronaldinho Gaúcho tem vínculo com o Fluminense até fim de 2016, além de ter participações em produtos licenciados pelo Tricolor Carioca. O jogador herda a camisa 10 que era do meia-atacante Wagner, que se transferiu para o Tiajin Teda, da China.

Foto: Divulgação/Site Oficial do Fluminense



Radialista, Jornalista com passagens como correspondente pelo site italiano CalcioNews24.com e pelo Arena Rubro-Negra. Atualmente setorista do Fluminense e Futebol Sul-Americano no Torcedores.com