Zagueiro do Palmeiras já parou Cristiano Ronaldo: “Mostrei as travas da chuteira”

César Greco/Ag. Palmeiras

No começo da temporada, Victor Ramos chegou ao Palmeiras cheio de desconfianças. Muitos torcedores não conheciam o zagueiro que foi revelado no Vitória-BA, mas que ficou um bom tempo esquecido em mercados de segundo escalão do futebol mundial. Hoje o camisa 3 do Verdão vive realidade diferente na era de Marcelo Oliveira. Titular absoluto, ele é um dos responsáveis pela defesa forte alviverde, segunda menos vazada do Campeonato Brasileiro. Fruto de experiência de um beque que já teve que marcar ninguém menos que Cristiano Ronaldo.

LEIA TAMBÉM:
No Palmeiras, Crefisa quer bater Parmalat e não descarta comprar Allianz Parque
Quatro titulares do Palmeiras já podem assinar pré-contrato com outra equipe
Enquete: Qual jogador do Palmeiras já merece uma vaga na seleção?
Palmeiras observa goleiro de time da Série B, segundo jornalista
Palmeiras tem negociações avançadas para renovar com Adidas
Torcida do Palmeiras esgota ingressos na web para jogo contra Atlético-PR

Em 2010, Victor Ramos defendia o Standard Liège, da Bélgica, quando enfrentou o Real Madrid de CR7 em um amistoso que terminou 1 a 1. Em entrevista ao ESPN.com.br, o zagueiro revela que o craque português pouco pôde fazer em campo, graças a uma forte marcação do baiano. “É um cara muito f… de marcar, é forte para c…, viu?”, revelou Victor Ramos.

“Quando ele dá um tapa longo, é complicado pegar. Como jogador é um cara diferente e inteligente demais. Então, no primeiro lance que Cristiano pegou, eu dei um ‘chega para lá’ e mostrei as travas da minha chuteira para ele. Afinal de contas, sou zagueiro, e comigo não tem brincadeira, nem amistoso (risos). No lance seguinte, ele se vingou e me jogou na lateral (risos). Mas depois disso eu joguei ele longe também”, completou o zagueiro.

Bastante carismático no grupo, o xerifão se orgulha tanto da proeza de parar Cristiano Ronaldo que a história vai ser contada para os herdeiros. “Foi bom jogar contra um time daqueles, porque só tinha feras e galácticos. No dia em que eu tiver filhos, vou contar que parei o Ronaldo e ainda por cima não perdi! Pode ter sido 1 a 1, mas o Cristiano não fez gol, então acho que joguei bem”.

O zagueiro ficou no time belga até 2011, quando se transferiu para o Monterrey, do México. Duas temporadas depois, Victor Ramos foi procurado por Alexandre Mattos para defender as cores do Palmeiras nesta temporada. Pelo jeito, o defensor não poderia estar mais feliz. Nesta manhã, ele treinou normalmente na Academia e mostrou-se recuperado de uma indisposição estomacal. A tendência é que ele seja o titular contra o Atlético-PR no domingo, às 11h (horário de Brasília).

Curtiu a matéria? Siga o autor no Twitter: @fontes_matheus.
Facebook: Matheus Martins Fontes.

Fotos: César Greco/Ag. Palmeiras



Esportista de hobby, mas jornalista de profissão. Trabalhou como repórter do O Estado de S. Paulo, Revista TÊNIS. Tênis Virtual e CurtaTÊNIS em coberturas nacionais e internacionais de grandes eventos.