5 ídolos do Corinthians que se tornaram carrascos do Santos

Marcelinho Carioca
Reprodução/Site oficial do Corinthians

Santos e Corinthians se enfrentam na noite desta quarta-feira, às 22h, na Vila Belmiro, pela partida de ida das oitavas de final da Copa do Brasil. Será o primeiro confronto entre os rivais na história da competição.

LEIA MAIS:
Relembre oito duelos entre Santos x Corinthians
Corinthians revê o Santos, o seu último algoz
5 motivos para você ficar ligado em Santos x Corinthians

Os dois times protagonizaram grandes clássicos no passado. Alguns ídolos corintianos deixaram as suas marcas contra o rival da Baixada Santista.

Confira:

Marcelinho Carioca: O meia foi autor de um dos gols mais bonitos da história da Vila Belmiro, em partida válida pelo Campeonato Paulista de 1996. O “Pé de Anjo” recebeu de Tupãzinho, chapelou o zagueiro santista Ronaldo Marconato e emendou um chute de primeira sem chances de defesa para o goleiro Edinho. O gol antológico lhe rendeu uma placa entregue por nada menos que Pelé. A partida terminou empatada em 2 a 2.

Ricardinho – O meia se tornou um dos maiores carrascos da história santista ao marcar o famoso gol no último minuto da partida válida pela semifinal do Campeonato Paulista de 2001. O Santos garantia a vaga para a decisão até os 47 minutos, até que Gil fez bela jogada pelo lado esquerdo, deixou André Luiz no chão e rolou para Ricardinho, que com o chute com o pé esquerdo, venceu Fábio Costa e colocou o Timão na improvável decisão.

Tevez – O corintiano jamais se esquecerá do 7 a 1 contra o Santos, pelo Campeonato Brasileiro de 2005. O argentino Tevez teve atuação magistral ao fazer três gols, no Pacaembu. Com a incrível goleada, o Timão deu importante passo rumo ao tetracampeonato brasileiro.

Ronaldo – Contra o Santos, Ronaldo teve a sua maior atuação pelo Corinthians. O Fenômeno marcou dois belos gols na vitória por 3 a 1, pela primeira partida da final do Campeonato Paulista de 2009. O segundo tento foi espetacular. Ele recebeu enfiada de Elias, entortou o lateral-esquerdo Triguinho e com extrema categoria encobriu o goleiro Fábio Costa.

Danilo  – O meia costuma ser o terror dos rivais em clássicos. Contra o Santos, ele tem três gols marcados. O mais importante, sem dúvida nenhuma, ocorreu na partida decisiva pela semifinal da Copa Libertadores de 2012. Danilo fez o gol de empate no Pacaembu e colocou o Corinthians pela primeira vez na decisão da competição sul-americana.

Foto: Reprodução/Site oficial do Corinthians



Rafael Alaby é jornalista diplomado pela FIAM (Faculdades Integradas Alcântara Machado), com passagens pela Chefia de Reportagem de Esportes, da TV Bandeirantes, em São Paulo e site KiGOL. Pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte (FMU)