Cristóvão pede demissão e não é mais técnico do Flamengo. Quem deve assumir?

Flamengo
Gilvan de Souza / Flamengo

A derrota para o Vasco na última quarta-feira, pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil foi a última participação de Cristóvão Borges como técnico do Flamengo. Segundo o comentarista Mauro Cézar Pereira, dos canais ESPN, o treinador pediu demissão na manhã dessa quinta-feira. Agora o mais cotado a assumir o cargo é Oswaldo de Oliveira, desempregado desde que foi desligado do Palmeiras, em junho.

LEIA TAMBÉM:
Mercado da bola: Flamengo diz que só libera Guerrero por R$ 70 milhões
Caô voltou! Guerrero completa um mês sem marcar gols no Flamengo

Cristóvão assumiu o comando do Flamengo no fim de maio substituindo Vanderlei Luxemburgo. Na estreia, logo percebeu que a missão na Gávea não seria fácil: derrota no clássico para o Fluminense por 3 a 2. No total, foram 18 jogos, com oito vitórias, nove derrotas e um empate.

A fraca campanha no Campeonato Brasileiro fez com que a torcida flamenguista pedisse a cabeça de Cristóvão há algum tempo, porém o presidente Eduardo Bandeira de Mello bancava o treinador. Dessa maneira, sob a nova gestão, o Urubu conhecerá seu oitavo técnico após as passagens de Dorival Júnior, Jorginho, Mano Menezes, Jayme de Almeida, Ney Franco, Luxa e agora Cristóvão.

Oswaldo é o nome favorito da cúpula do Fla e já passou pelo clube em 2003. A negociação tem grandes chances de ser concretizada e o aspecto mais delicado seria o tempo total de contrato.

Curtiu a matéria? Siga o autor no Twitter: @fontes_matheus.
Facebook: Matheus Martins Fontes.

Fotos: Gilvan de Souza/Flamengo



Esportista de hobby, mas jornalista de profissão. Trabalhou como repórter do O Estado de S. Paulo, Revista TÊNIS. Tênis Virtual e CurtaTÊNIS em coberturas nacionais e internacionais de grandes eventos.