Após empate, Guilherme reclama de ‘cera’ adversária: “Tem muito cai-cai, é cultura do futebol”

Crédito da foto: Bruno Cantini/CAM

O Atlético-MG sofreu para empatar com o time misto do Figueirense no Independência na noite desta quarta-feira (19), pela partida de ida das oitavas de final da Copa do Brasil. Após o jogo, o atacante Guilherme, que entrou no segundo tempo, reclamou da postura adversária.

LEIA MAIS
Leonardo Silva explica tropeço do Atlético-MG: “Vieram com uma proposta só de defender”
Torcedores do Atlético-MG iniciam empurra-empurra nas arquibancadas do Independência
Atlético-MG empata com o Figueirense e Neto questiona: “É culpa do Corinthians?”

“Tem muito cai-cai. O futebol tem essa cultura de ficar caindo e fazendo cera, mas tirando isso, pelo o que a gente lutou foi justo o gol (de empate)”, disparou o jogador em entrevista ao FOX Sports logo na saída do gramado.

Guilherme também comemorou o empate, mesmo sabendo que o foco era a vitória. “O jogo em si poderia ter sido melhor em questão de vitória, o empate não seria bom, mas se tornou pela condição de jogo. Acho que pelo o que a gente brigou, tentou”, disse o atleticano, que, tirando a “alfinetada” nos catarinenses, também soube elogiar a qualidade do Figueira..

“Não me surpreendeu. Durante a semana na dificuldade que eles já nos trouxeram no Brasileiro jogando aqui, vencemos também apertado, gol de pênalti, então a gente não foi surpreendido, não. A gente já esperava, o futebol é assim, tem dificuldade sempre e agora é tentar vencer lá (em Florianópolis)”, finalizou Guilherme.

Crédito da foto: Bruno Cantini/CAM



Jornalista desde 2012, com passagens pelos jornais ABCD Maior e Diário do Grande ABC, além do canal NET Cidade. Atualmente como repórter colaborador no site Torcedores.com.