Arbitragem confusa e jogo polêmico marcam duelo entre Corinthians e Botafogo-SP

Corinthians e Botafogo se encontraram pela quinta rodada da primeira fase do Campeonato Paulista de 2015. Conhecido por ganhar jogos com “ajudinha” dos árbitros, este duelo não foi diferente. O inexperiente Marcelo Prieto Alfieri poderia ter participação discreta, mas decidiu aparecer e estragou o bom espetáculo.

Perdido em campo, Alfieri deixou levar pela emoção. Bom público na Arena Corinthians, era evidente que o emocional iria “puxar” em favor do mandante.

 

‘Quê isso, seu juiz’

Podemos começar pela marcação do penal para o Timão. Em disputa normal na pequena área, o árbitro anotou infração da defesa do Tricolor do Santa Cruz, quando Denis e Guerrero dividiram e o atacante Alvinegro desabou ganhando pênalti. Fábio Santos converteu e colocou o Corinthians em vantagem.

Na segunda etapa, mais um erro. Após não saber o que marcou, Alfieri deixou o lance seguir e acabou com gol de empate do Pantera. O lance começou em cobrança de lateral, que o assistente havia marcado a favor do Corinthians, mas o árbitro deu para o Botafogo e Rodriguinho igualou no marcador.

E, em meio de tantos erros, enfim, um acerto. No final do duelo, Guerrero e Eli Sabiá se enroscaram dentro da área e o defensor botafoguense puxou o atacante corintiano que terminou em mais um pênalti. Na cobrança, Fábio Santos converteu e garantiu os três pontos ao Corinthians.

 

Foto: Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians



Ribeirão-pretano com orgulho e apaixonado por todas as modalidades esportivas. Jornalismo esportivo é uma das paixões que carrego em meu peito. Sonhar é o que mantém o Homem vivo. "O Homem não morre quando deixa de existir, e sim quando deixa de sonhar".