Árbitro brasileiro dá enorme bronca em torcedor barulhento em Cincinnati

NEW YORK - SEPTEMBER 09: Carlos Bernardes talks to Rafael Nadal of Spain as he plays against Fernando Verdasco of Spain during his men's single quarterfinal match on day eleven of the 2010 U.S. Open at the USTA Billie Jean King National Tennis Center on September 9, 2010 in the Flushing neighborhood of the Queens borough of New York City. (Photo by Jim McIsaac/Getty Images)

Durante a primeira semifinal do sábado (22) no Masters 1000 de Cincinnati, disputada entre o sérvio Novak Djokovic e o ucraniano Aleksandr Dolgopolov, um torcedor nada educado estava querendo os seus 15 minutos de fama a qualquer custo. Por mais de uma vez, o mesmo espectador fez barulhos e gritos que atrapalharam o andamento da partida.

O brasileiro Carlos Bernardes, árbitro de cadeira do confronto, não teve outra alternativa a não ser dar uma bronca no torcedor. Bernardes pegou o microfone e disse: “Cavalheiro, já é a segunda ou a terceira vez. Você está atrapalhando a partida toda. As pessoas vieram aqui para ver tênis, não para ouvir você. Por favor, olhe o jogo”. O chamado rendeu aplausos dos demais presentes.

Em quadra, Djokovic sofreu e viu a zebra rondar de perto, mas no fim conseguiu virar o jogo e vencer no terceiro set, com parciais de 4/6 7/6 (5) 6/2. No domingo, ele aguarda o vencedor de Andy Murray e Roger Federer para a disputa da final.



Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Dupla Gre-Nal.