Argel nega cartilha no Inter: “não sou o Capitão Nascimento”

Inter
Foto: Alexandre Lops / Internacional

Um dia depois da vitória colorada sobre o Ituano por 2×0, no Beira-Rio, no jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil, o técnico Argel Fucks participou nesta sexta-feira (21) do programa Os Donos da Bola – RS, da TV Bandeirantes.

Ao lado dos jornalistas Leonardo Meneghetti, Ribeiro Neto, Luiz Carlos Reche e Daniel de Oliveira, o treinador falou sobre o seu início de trabalho no Inter.

Perguntado sobre uma suposta cartilha imposta no vestiário, Argel negou veementemente. Porém, explicou as razões da proibição do uso dos celulares durante as refeições na concentração.

“O jogador de futebol passa 90% do tempo no quarto de hotel usando o celular. Então, apenas solicitamos que durante as refeições eles não desçam com os celulares. Justamente para que possam interagir entre si e conversarem sobre o jogo. O D´Ale veio me falar que na Alemanha era assim, Anderson também falou que era assim no Porto. Não existe cartilha, eu não sou o Capitão Nascimento”, disse o treinador, fazendo referência ao carismático personagem dos filmes Tropa de Elite.

Argel também aproveitou a ocasião para elogiar a torcida colorada, que aproveitou a promoção de ingressos feita pela diretoria para o jogo diante do Ituano e compareceu em bom número ao Beira-Rio. Foram quase 28 mil torcedores.

“Quero citar uma situação que pouca gente destacou. A torcida colorada foi brilhante ontem. Para uma quinta-feira, às 19h, colocar mais de 27 mil torcedores foi excelente. E a gente quer que eles possam seguir nos ajudando e abraçando esse time”, finalizou.

Foto: Alexandre Lops / Internacional



Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Dupla Gre-Nal.