Com Doriva, Ponte Preta tenta retomar o bom padrão do início do Campeonato Brasileiro

Crédito foto: Victor Hafner/PontePress

A Ponte Preta surpreendeu a todos com um bom início de Campeonato Brasileiro. Chegou a ocupar a vice-liderança na terceira rodada, porém, a partir da transferência do meia Renato Cajá para o futebol árabe, o time perdeu o fôlego. Depois de sete jogos sem vitórias, o técnico Guto Ferreira foi demitido e deu lugar a Doriva.

LEIA MAIS:
Veja quais são as chances do seu time no Campeonato Brasileiro
Veja como fica a tabela de classificação do Campeonato Brasileiro após o primeiro turno

O ex-vascaíno já dirigiu o time durante três rodadas no Brasileirão e está invicto. Foram duas vitórias dentro de casa (Flamengo e Avaí) e um empate fora (Sport).

A Macaca terminou o primeiro turno na 10ª colocação, com 26 pontos ganhos (nove vitórias, três empates e sete derrotas). Tem sete pontos de desvantagem ao Fluminense, quarto colocado, e sete pontos de vantagem sobre o Goiás, o primeiro clube do Z-4.

Renato Cajá, que em julho rumou para o Sharjah, dos Emirados Árabes, ainda é o artilheiro da equipe, com cinco gols. Borges e Felipe Azevedo vêm logo atrás, com três gols cada.

O ponto forte da equipe campineira é a defesa, a quinta menos vazada, ao lado de São Paulo, Atlético-PR, Internacional e Sport. O goleiro Marcelo Lomba se mostrou um verdadeiro paredão, com várias defesas difíceis.

Quem também surpreendeu positivamente foi o lateral-direito Rodinei, líder em assistências (3).

Resta saber se a Ponte terá força para galgar posições na segunda metade do Campeonato Brasileiro.

Palpite: Lutará apenas por uma posição intermediária na tabela.

Crédito foto: Victor Hafner/PontePress



Rafael Alaby é jornalista diplomado pela FIAM (Faculdades Integradas Alcântara Machado), com passagens pela Chefia de Reportagem de Esportes, da TV Bandeirantes, em São Paulo e site KiGOL. Pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte (FMU)