Ninguém fatura mais que Federer em patrocínio no esporte: R$ 203 mi por ano

 

Um estudo divulgado pela revista norte-americana Forbes listou os atletas mais bem pagos do mundo no que diz respeito à patrocínio. Detentor de 17 títulos de Grand Slam e com 302 semanas à frente do ranking mundial de tênis, o suíço Roger Federer lidera a lista com R$ 203 milhões de ganho anual estimado (US$ 58 mi).

Segundo o seu site oficial, Federer tem ao todo 11 patrocinadores ativos, dentre eles a Nike, Credit Suisse, Rolex, Mercedes-Benz e Wilson. O sérvio Novak Djokovic, tenista número 1 do mundo da atualidade, aparece em sétimo na mesma lista. Em oitavo, o espanhol Rafael Nadal completa o time dos tenistas no top-10.

Neymar, astro da equipe do Barcelona, é o único atleta brasileiro a figurar entre os 20 mais bem pagos. Ele é o 15°, com ganho estimado em US$ 17 milhões.

Confira o top-10:

1° Roger Federer – US$ 58 milhões (Tênis; Suíça)

2° Tiger Woods – US$ 50 milhões (Golfe; EUA)

3° Phil Mickelson – US$ 44 milhões (Golfe; EUA)

4° LeBron James – US$ 44 milhões (Basquete; EUA)

5° Kevin Durant – US$ 35 milhões (Basquete; EUA)

6° Rory McIlroy – US$ 32 milhões (Golfe; Irlanda do Norte)

7° Novak Djokovic – US$ 31 milhões (Tênis; Sérvia)

8° Rafael Nadal – US$ 28 milhões (Tênis; Espanha)

9° Cristiano Ronaldo – US$ 27 milhões (Futebol; Portugal)

10° Mahendra Singh Dhoni – US$ 27 milhões (Críquete; Índia)

 

 



Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Dupla Gre-Nal.