Contratação de Otamendi pelo City é a 3ª mais cara de um zagueiro na história

VALENCIA, SPAIN - AUGUST 08: Nicolas Otamendi of Valencia reacts as he fails to score during the pre-season friendly match between Valencia CF and AS Roma at Estadio Mestalla on August 8, 2015 in Valencia, Spain. (Photo by Manuel Queimadelos Alonso/Getty Images)

O Manchester City parece mesmo não medir esforços para contratar os jogadores que deseja. Nesta quinta-feira, o clube inglês anunciou oficialmente a vinda do zagueiro argentino Nicolás Otamendi pelo valor de 45 milhões de euros, aproximadamente R$ 185,5 milhões. Com o valor pago, o defensor se tornou o terceiro zagueiro mais caro da história.

À sua frente, estão apenas David Luiz e Rio Ferdinand, que foram, respectivamente, primeiro e segundo zagueiros mais caros de todos os tempos. O brasileiro, quando foi negociado pelo Chelsea com o PSG em 2014, custou a bagatela de 49,5 milhões de euros. Já o inglês, quando veio do Leeds United, em 2002, custou aos cofres do Manchester United 46 milhões de euros.

O negócio envolvendo Otamendi superou a transferência de jogadores consagrados que atuam ou aturam em grandes equipes. Nem mesmo as transferências do brasileiro Thiago Silva, do italiano Alessandro Nesta, do espanhol Sergio Ramos e do português Ricardo Carvalho envolveram uma quantidade tão alta de dinheiro.

Após trazer o atacante Raheem Sterling do Liverpool por 62,5 milhões de euros, em uma contratação que foi bastante questionada pela quantidade de dinheiro investido, os Citizens voltaram a investir alto em um nome que ainda não é unanimidade. O alto valor investido também serviu para espantar a concorrência do rival United, que especulava a vinda do atleta.

Com a chegada do defensor, o clube de Manchester chegou a incríveis 126,2 milhões de euros gastos nesta janela de transferências. Além de Otamendi e Sterling, que juntos custaram mais de 100 milhões de euros, Fabian Delph, Ptrick Roberts e Enes Ünal desfalcaram o interminável cofre do City em mais de 20 milhões de euros.

A vinda de Otamendi, que assinou contrato até 2020 e vestirá a camisa de número 30, foi um pedido especial do técnico chileno Manuel Pellegrini, que não escondeu a alegria pela vinda do reforço. No clube, o argentino terá de disputar a titularidade com Kompany, seu compatriota Demicheles e o ex-companheiro no Porto Mangala.

Revelado no Velez Sarsfield, Otamendi foi contratado pelo Porto em 2010. Após quatro temporadas no clube português, o defensor se transferiu ao Valência. No entanto, pelo negócio ter sido fechado após o fechamento da janela europeia no ano passado, o argentino foi emprestado ao Atlético Mineiro por um período de seis meses para não ficar sem atuar.

Após a curta passagem pelo Brasil, onde deixou ótima impressão e saudades por parte dos torcedores atleticanos, seu futebol estourou quando chegou na Espanha para atuar pelo Valência e, após 38 jogos e seis gols, chega ao  Manchester City para fazer jus ao valor astronômico investido em sua vinda.

Crédito da foto: Getty Images



Jornalista em formação pela PUC-SP. Devoto da maior invenção criada pelo homem na história da humanidade: o futebol