Cruzeiro e Inter não saem do zero no Mineirão

retorno
Anderson Stevens/Light Press
Anderson Stevens/Light Press
Anderson Stevens/Light Press

Jogo no Mineirão acabou refletindo momento intranquilos dos dois times e o resultado de empate sem gols acabou fazendo justiça ao que foi a partida

Cruzeiro e Internacional não saíram do zero em jogo disputado neste domingo (16) em Belo Horizonte e que valeu pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A. Com o resultado, os mineuros ocupam a 14ª colocação na tabela com 22 pontos, três posições e ter pontos a menos que os gaúchos. Na próxima rodada, os azuis vem a São Paulo enfrentar o Corinthians na Arena, em Itaquera, enquanto que os colorados recebem o Atlético(PR) no Beira-Rio.

Os dois times queriam sair de campo com a vitória, ou para retomar a tranquilidade, caso do Cruzeiro, ou começar uma nova vida com um novo treinador, situação do Internacional, mas os ataques dos dois times pareciam pouco inspirados e acabaram sucumbindo as defesas que trabalharam bem.

No fim, o placar sem gols acabou sendo justo, embora o Inter tenha ameaçado no final com um cruzamento na área de William, para a definição de Eduardo Sasha que quase traiu Fábio. A melhor chance mineira foi um chute de cobertura de Vinicius Araujo, mas que foi interceptado por Alisson.

Antes de dar continuidade ao Campeonato Brasileiro, o Cruzeiro enfrenta neste meio de semana o Palmeiras, em São Paulo pela Copa do Brasil. Pela mesma competição, o Internacional recebe a visita do Ituano (SP).

Cruzeiro x Internacional

Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data-hora: 16/8/2015 – às 16h
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira (SP/Fifa)
Assistentes: Kleber Lucio Gil (SC/Fifa) e Daniel Paulo Ziolli (SP)
Público / Renda: 14.166 / R$ 449.105,00

Cartão amarelo: Paulo André, Mayke (Cruzeiro); Geferson, William (Internacional)

Cruzeiro: Fábio; Mayke, Manoel, Paulo André e Eugenio Mena; Willians, Charles (Ariel Cabral – Intervalo), Henrique e Alisson; Marquinhos (Marinho – Intervalo) e Vinícius Araújo (Leandro Damião – 24’/2ºT). Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

Internacional: Alisson; William, Paulão, Ernando e Geferson; Rodrigo Dourado, Nilton, Nicolás Freitas (Zé Mário – 34’/2ºT) e Valdivia (Rafael Moura – 16’/2ºT); Eduardo Sasha e Vitinho (Taiberson – 18’/2ºT). Técnico: Argel Fucks.