Desapontado, Nasr revela falhas nos freios no GP da Bélgica

Felipe Nasr enfrentou, mais uma vez, problemas de freios durante uma corrida. E isso foi determinante para que o piloto da Sauber completasse o Grande Prêmio da Bélgica de Fórmula 1, disputado na manhã deste domingo (23), no circuito de Spa-Francorchamps, apenas na 11ª colocação. A falta de pontos fez com que o brasileiro caísse para a 13ª posição no campeonato mundial de pilotos.

LEIA MAIS:
Hamilton vence de ponta a ponta o GP da Bélgica de F1

O brasileiro voltou a reclamar da aderência dos pneus em seu C34, fator que provocou sua eliminação ainda no Q1 da tomada de tempos, mas disse que uma falha nos freios ainda no início da corrida fez com que Nasr não pudesse andar no ritmo que gostaria ao longo da prova.

“O grip estava muito baixo, não esperava ser assim. Mas eu estava com problema no freio desde a terceira volta, tive que aliviar o ritmo e minha corrida ficou comprometida. No final, meu pneu macio estava furado. Um final de semana cheio de problemas, e assim não dá para ir para lugar nenhum”, comentou o piloto, em entrevista à Rádio Bandeirantes.

“Claro que a gente perdeu muito essa referência, é um momento difícil para gente, mas até chegar essas atualizações, vamos tentar corrigir isso. Tem que tentar não ter esses problemas nas próximas corridas. Fico desapontado de não estar em uma posição favorável. Outras equipes aproveitaram essa oportunidade. Hoje fiquei limitado, pois o balanço dos freios estava completamente errado”, encerrou.

A próxima etapa da Fórmula 1 acontece em duas semanas, com a realização do Grande Prêmio da Itália, que será disputado no tradicional circuito de Monza.

Foto: divulgação/Sauber



Jornalista com passagens pelas revistas Racing e House Mag.