Especial lembra os erros de arbitragem mais marcantes do futebol

Gilvan de Souza/Flamengo

Quem nunca se revoltou contra um erro de arbitragem que prejudicou o seu time do coração? Praticamente todos os apaixonados por futebol já passaram pelo drama de ver uma vitória ou uma conquista ir para o espaço por uma decisão equivocada do homem do apito.

Isso acontece várias vezes ao longo da temporada, mas algumas delas marcam para sempre. Pensando nisso, o Torcedores.com convocou seus colaboradores para este especial, que busca relembrar os maiores traumas causados pelas arbitragens nos apaixonados por futebol.

O resultado você confere nos textos abaixo. Me acompanham neste especial os colaboradores Luis Felipe Carrion, Gabriel Proiete, Sandro Varela, Hruan Lack, Roberto Junior, Janaína Cavalcante, Rafael Zocco, Rafael Alaby, Rogério Lagos e Bárbara Scarelli.

Libertadores-2000, um golpe paraguaio no sonho do bi do Palmeiras
Lembranças de um Brasileirão perdido: erro de Simon ainda assombra os corredores alviverdes
Corinthians x Inter 2005: Um jogo eterno, inacabado e que jamais será esquecido
Corinthians perdeu para o Santos com gol de triplo impedimento em 2012; relembre
Corinthians x Boca Juniors: a arbitragem de Amarilla ainda repercute no Timão
Erros de arbitragem: São Paulo foi campeão em 2012 após o árbitro encerrar a partida no intervalo
Em 2002, Simon roubou a cena entre Corinthians x Brasiliense
Erros de arbitragem: O dia em que Amarilla acabou com o sonho da fiel
Inglaterra e Alemanha protagonizaram uma das maiores polêmicas envolvendo arbitragem em Copas do Mundo
Erros de arbitragem: em 2002, Santos é campeão e Palmeiras rebaixado
Erros de arbitragem: Santos, campeão moral de 1995

Foto: Gilvan de Souza/Flamengo



Editor do Torcedores.com, está no site desde julho de 2014. Repórter e apresentador da TV Torcedores. Formado pela Universidade Metodista de São Paulo, já passou por UOL, Editora Abril e Rede Record. Participou da cobertura da Copa do Mundo de 2014, de dois Pans, dos Jogos Olímpicos de Londres 2012 e do Rio 2016.