F1: em “dia não tão ruim”, Kimi Räikkönen destaca problemas com os pneus

Quinto colocado na tabela de tempos da sexta-feira (21) de treinos livres para o Grande Prêmio da Bélgica de Fórmula 1, Kimi Räikkönen disse que o dia da Ferrari não foi dos melhores no circuito de Spa-Francorchamps. Com o tempo de 1min50s461, o finlandês, que renovou seu contrato com a equipe italiana nesta semana, acabou superado pelos carros de Mercedes e Red Bull.

LEIA MAIS:
Guia do GP da Bélgica de Fórmula 1
Rosberg bate Hamilton e lidera sexta-feira na Bélgica

“O dia não foi tão ruim, ainda que nosso programa tenha sido um pouco afetado pelas bandeiras vermelhas, mas isso foi igual para todos. E no final fomos capazes de fazer todo o trabalho que planejamos”, comenta o finlandês, que foi mais rápido em relação ao seu companheiro de equipe, Sebastian Vettel.

Räikkönen também disse que enfrentou problemas com os pneus dianteiros, que formaram bolhas ao longo das atividades desta sexta-feira. O piloto, porém, alega que esse não é um problema tão grave e que a Ferrari tem condições de resolver isso já para este sábado.

“Em relação aos pneus, nós tivemos um pouco de bolhas na frente, que obviamente não foi o ideal, mas não é um desastre, existem muitas coisas que podemos fazer para isso. Amanhã faremos nosso melhor e ver o que nós podemos fazer para o domingo”, completa o campeão mundial de 2007.

As atividades para o Grande Prêmio da Bélgica de Fórmula 1 serão retomadas neste sábado (22), com a realização de mais um treino livre, marcado para 6h, e da tomada de tempos, às 9h, que definirá o grid de largada para a corrida deste domingo, que terá transmissão da TV Globo e início previsto para 9h.

Foto: divulgação/Ferrari



Jornalista com passagens pelas revistas Racing e House Mag.