Flamengo questiona escalação de bandeiras da FERJ em jogo contra o Vasco

Divulgação/Vasco

O clássico Flamengo x Vasco que será disputado nesta quarta-feira (19) promete ser eletrizante e isso já pode ser visto fora de campo. O time da Gávea alertou a CBF sobre a escalação dos auxiliares Rodrigo Corrêa e Dilbert Pedrosa, ambos ligados a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro.

LEIA MAIS:
Ídolo do Flamengo, Adílio fala com exclusividade sobre seu clássico inesquecível contra o Vasco

Não é segredo para ninguém que o Flamengo está com as relações cortadas com a FERJ desde o Campeonato Carioca deste ano. A polêmica eliminação para o Vasco da Gama, fruto de um pênalti discutível foi a gota de água para o rompimento de uma relação que já era conturbada desde o início da competição.

Agora, para o duelo da Copa do Brasil, o alerta de um possível beneficiamento ao Vasco está ligado na Gávea. Em nota oficial, o clube já deixou clara sua posição para a Confederação Brasileira de Futebol:

“Para conhecimento: o presidente Eduardo Bandeira de Mello entrou em contato com a CBF para protestar contra a escalação dos auxiliares Rodrigo Corrêa e Dilbert Pedrosa, ambos no Rio, na partida de amanhã contra o Vasco. Consideramos no mínimo imprudente a escalação de auxiliares ligados à FERJ, considerando que estamos rompidos com a Federação e por ser o jogo de amanhã contra o maior aliado da entidade”, disse o Flamengo em nota oficial.

O árbitro da partida será o mineiro Ricardo Marques.

Foto: Vasco/Divulgação