Hamilton destaca voltas no Q3 e segundo setor melhor para conseguir pole

Na pole position pela décima vez, Lewis Hamilton não escondeu a alegria por garantir o direito de largar da primeira posição no Grande Prêmio da Bélgica de Fórmula 1, em Spa-Francorchamps. O piloto da Mercedes conseguiu na fase final da tomada de tempos realizada neste sábado (22) o tempo de 1min47s197, superando seu companheiro de equipe, Nico Rosberg, em quatro décimos.

LEIA MAIS:
Na Bélgica, Hamilton garante sua décima pole position no ano

“Estou muito feliz hoje com a performance do carro. O time também tem feito um trabalho fantástico neste final de semana. Estou muito bem aqui, e este é um dos circuitos que se você tem o equilíbrio do carro, é muito divertido de dirigir”, comentou o piloto, em entrevista após a realização do qualifying deste sábado.

Hamilton também destacou que, apesar de partir da primeira colocação, a corrida no circuito mais extenso do campeonato será longa e que muita coisa pode acontecer na largada. O piloto também destacou a disputa pela pole com Nico Rosberg, seu companheiro de equipe.

“Claro que é bom ter a pole, mas tenho consciência de que é uma longa corrida e uma reta longa até a curva 5. Mas estou muito feliz com o que aconteceu hoje. Minha meta era pegar a pole. Nico estava muito perto, mas as minhas últimas duas voltas foram as melhores que dei no fim de semana todo, e por isso estou muito feliz“, seguiu Hamilton.

“Posso dizer que, no passado, o setor dois aqui sempre foi um pouco o ponto fraco. Nunca conseguia fazê-lo de forma perfeita, mas agora consegui nessas últimas duas voltas. Foi um local que andei muito forte hoje”, completou o atual campeão mundial.

O Grande Prêmio da Bélgica de Fórmula 1 será disputado neste domingo (23), a partir das 9h, pelo horário de Brasília. A corrida será transmitida pela TV Globo.

Foto: divulgação/Mercedes



Jornalista com passagens pelas revistas Racing e House Mag.