Inglaterra e Alemanha protagonizaram uma das maiores polêmicas envolvendo arbitragem em Copas do Mundo

Reprodução/Youtube

Em 1966, uma grande polêmica com a arbitragem marcou a final da Copa do Mundo disputada na Inglaterra. Os donos da casa jogaram a final contra os alemães. A partida no estádio Wembley terminou empatada por 2 a 2, levando a decisão do título mundial para a prorrogação. Com 11 minutos de tempo extra, o inglês Geoff Hurst chutou para o gol, a bola acertou o travessão, quicou e saiu. O árbitro confirmou o gol para a Inglaterra, que venceu aquele jogo por 4 a 2 ao fim do tempo extra e conquistou sua primeira e única Copa do Mundo.

As imagens da época não permitem que se chegue a uma conclusão absoluta se o gol foi legítimo ou não, fazendo a final de 1966 uma das maiores polêmicas de arbitragem no futebol até hoje. Pois, quis o destino que, 44 anos depois, Inglaterra e Alemanha novamente disputassem uma partida de Copa do Mundo com polêmicas de arbitragem.

África do Sul, 2010. Acompanhei àquela Copa de ponta a ponta, sem perder um jogo, desde África do Sul x México no jogo de abertura até a grande decisão, envolvendo Espanha e Holanda. Era dia 27 de junho, um domingo pela manhã. Inglaterra e Alemanha se enfrentavam na cidade de Bloemfontein,  pelas oitavas de final daquele mundial. De um lado, os alemães, já com a base formada do time que brilharia quatro anos depois no Brasil: Neuer, Lahm, Schweinsteiger, Müller e Özil eram alguns dos craques daquela equipe. Do outro lado, os ingleses apostavam na experiência de Lampard e Gerrard, além do faro de gol de Rooney.

O resultado do jogo foi sem polêmica. O jovem time alemão foi superior o jogo todo e venceu por 4 a 1. Mas o futebol é tão caprichoso que não perdeu a chance de vingar 1966 para os germânicos. Aos 38 minutos do primeiro tempo, quando o jogo ainda estava 2 a 1, Frank Lampard chutou, a bola bateu no travessão, caiu dentro do gol e voltou nas mãos do goleiro Neuer. O árbitro uruguaio Jorge Larrionda não validou o gol, para desespero de Lampard.

Ao contrário de 1966, onde a tecnologia de transmissão da época não permite ver o lance com nitidez, dessa vez o erro de arbitragem era claro. Um momento que me marcou muito, pois ainda não havia nascido em 1966 quando aconteceu a primeira polêmica, mas estava vendo ao vivo a situação se repetir, e agora com final feliz para o outro lado. Uma partida inesquecível das Copas do Mundo, que ficou marcada não pelo placar ou pela qualidade do jogo, mas por uma incrível coincidência envolvendo as mesmas equipes, na mesma competição, só que mais de quatro décadas depois. E, ainda por cima, ao contrário do fato original. Mais uma história inesquecível que só esse esporte imprevisível e maravilhoso, o futebol, pode nos proporcionar.

Veja abaixo, no vídeo, os dois gols polêmicos, em 2010 e em 1966.

 

Foto: Reprodução/Youtube



Jornalista formado pela Universidade do Sagrado Coração (USC) de Bauru-SP. Meu esporte preferido é o futebol, mas também gosto de outros esportes olímpicos. Torcedor do Palmeiras.