Internacional, do sonho da América a depressão no primeiro turno do Brasileirão

Internacional x Fluminense
Internacional x Fluminense - site oficial do Inter
Internacional x Fluminense - site oficial do Inter
Internacional x Fluminense – site oficial do Inter

O Internacional terminou o primeiro turno somando 25 pontos, fruto de seis vitórias, sete empates e seis derrotas. O ataque anotou 14 vezes e a defesa sofreu 21 tentos. O melhor momento desta campanha foi a vitória por 2 a 0 diante do Coritiba na 6ª rodada e o pior foi a acachapante derrota para o Grêmio por 5 a 0 na 17ª rodada.

Vitinho acabou sendo o artilheiro do time com quatro gols, numa campanha que acabou se revelando aquém das expectativas. A equipe Colorada veio para este primeiro turno como uma das candidatas ao título, mas tinha como desafio paralelo a Libertadores, uma vez que estava na semifinal da competição sul-americana.

No entanto, o time não tinha um padrão tático definido e a falta de foco tanto na Libertadores, quanto no Brasileiro, acabou fazendo com que os resultados estivessem longe do esperado. Com isso, Diego Aguirre teve vida curta no Beira-Rio. Agora, a aposta recai em Argel Fucks para comandar a reação e quem sabe voltar à Libertadores no ano de 2016.

A decepção

Quem decepcionou demais foi a direção colorada. A razão para esta minha escolha? Simples: embora Diego Aguirre não estivesse passando a segurança necessária para ser o comandante que se esperava, sua campanha nunca seria meritória de uma demissão a três dias de um Grenal, que resultou em um dos maiores vexames nos 106 anos de história do clube.

O que precisa ser melhorado

Na verdade, acho que tudo precisa ser melhorado. A defesa ser mais consistente e parar de levar gols bobos. O meio de campo funcionar melhor e aprender a jogar sem a presença de D’Alessandro, bem como fazer com que Valdívia reencontre seus melhores momentos do começo do ano. O ataque precisa tratar de criar mais chances e principalmente, convertê-las em gol.
Outra coisa a ser melhorada é a questão dos pontos fora de casa, uma vez que no turno, dos 25 pontos que somou, 8 apenas vieram de jogos fora do Beira-Rio.

Na minha opinião, os jogos chave neste segundo turno serão contra as equipes da zona do rebaixamento e contra Flamengo, Santos e Cruzeiro, equipes que disputam um lugar ao sol no meio da tabela.