Itália chegou a vestir Nike, por pouco tempo, nos anos 90

23 Jun 1998: Alessandro del Piero of Italy takes on Anton Pfeffer of Austria during the World Cup group B game at the Stade de France in St Denis, France. Italy won 2-1. Mandatory Credit: David Cannon /Allsport

O manto da seleção da Itália, tetracampeã mundial, sofreu algumas mudanças ao longo do tempo. Hoje a equipe veste uniformes confeccionados pela Puma. Mas já teve Diadora, Kappa, e, por pouco tempo, Nike.

A primeira equipe em 1910 usou um uniforme branco na tentativa de diminuir os custos. O time foi ganhando identidade e com isso adotaram a cor azul como principal, se inspirando na casa Real de Savóia [A Casa de Savóia, foi a dinastia do norte da Itália que se transformou em família real, que protagonizou a unificação da Itália no século 19. Fundada por um nobre borgonhês, Humberto I, Mão Branca], porém há outras teorias que explicam a cor azul da camisa, uma delas seria uma homenagem a camisa da França “azul do mar”, ou uma alternativa para dias de nevasca, pois o Branco dificultava na visualização.

Juntamente com o a definição do azul no uniforme oficial, o time sofreu derrotas, mas nada abalou a decisão de cor que permanece até hoje; na década de 30 por causa de Benito Mussolini [Mussolini, foi um dos fundadores do fascismo na Itália, regime totalitário que vigorou no país entre 1922 e 1945], os jogadores entraram em campo todos de Preto fazendo uma referência política.

Depois da década de 50 o azul ficou como cor absoluta na camisa e o Branco como o segundo uniforme da equipe, ao longo de tempo as únicas mudanças as mudanças foram detalhes como golas, punhos mais estreitos, com listras finas em vermelho, branco e verde; essas mudanças facilitaram ou até mesmo dificultaram a venda de uniforme para a seleção, pois algumas delas caíram no gosto popular e foram vendidas com mais facilidade com apoio de grandes marcas entre elas a Nike, outras mesmo tendo o apoio de marcas bem construídas não caíram no gosto popular como a de 2009 que ousou quando decidiu fazer uma homenagem a primeira vestimenta Azzura da equipe, mas a tonalidade não agradou, muita gente que deixou de adquirir e consecutivamente as vendas diminuíram radicalmente.

A primeira fabricante conhecida de material esportivo da seleção da Itália foi a Adidas, nos anos 70. Nos anos 80, foi a vez da Diadora, do próprio país. A empresa confeccionou os uniformes da equipe até 1994. A partir daí, quem assumiu a missão foi a Nike. A Itália disputou a Copa do Mundo de 1998 com camisetas feitas pela empresa norte-americana. O logotipo, contudo, não apareceu.

O “casamento” entre Itália e Nike durou pouco. Em 2002, a equipe já vestia uniformes da Kappa, outra empresa italiana. Posteriormente, trocou para a Puma, fabricante que está até hoje com a equipe.

Crédito da foto: Getty Images



Estudante de Jornalismo, apaixonada por futebol, são paulina e sou da ZL.