Jogadores de Palmeiras e Flamengo passam mal com o sol de meio-dia

Gilvan de Souza/Flamengo

Dois dias antes da partida contra o Palmeiras, o atacante Emerson Sheik já previa um cansaço fora do habitual devido ao horário do confronto. “Só de pensar no sol de meio-dia…”, alertou o jogador. Marcado para as 11h deste domingo, o jogo Palmeiras e Flamengo contou, de fato, com algumas cenas inusitadas.

LEIA MAIS: Cristóvão culpa falta de tempo pela derrota do Flamengo para o Palmeiras
LEIA MAIS: Palmeiras dá susto na torcida, mas bate o Flamengo por 4 x 2

Nem mesmo as duas paradas técnicas para a reidratação cedidas pelo árbitro foram suficientes para “salvar” alguns jogadores. O primeiro a se sentir mal com o forte calor foi o lateral Lucas, do Palmeiras. Ainda no primeiro tempo, ele ficou caído fora do gramado por alguns minutos alegando tontura. Indisposto até o intervalo, ele deixou o campo de jogo antes dos últimos 45 minutos de jogo.

Outro jogador que se sentiu mal na primeira etapa foi o meia Éverton, do Flamengo. Pouco tempo antes da parada técnica, ele foi até o banco de reservas fala para o técnico Cristóvão que não estava se sentindo bem. Ele, no entanto, permaneceu até o fim da partida.

Robinho, do Palmeiras, e Emerson Sheik, do Flamengo, também alegaram indisposição, mas sem maiores consequências.



Jornalista formado no UniCeub. Cobre esportes desde 2008: dos campeonatos amadores, evoluindo aos estaduais, chegando aos Nacionais até a Copa do Mundo de 2014. De 2010 a 2012 atuou como correspondente de esportes do Correio Braziliense, no Rio de Janeiro. Atualmente, editor do caderno Torcida, do Jornal de Brasília. Amante de um bom samba, futebol e cerveja.