Mais rápido do dia, Rosberg se assusta com pneu furado: “Pensei que acabaria no muro”

Nico Rosberg encerrou a sexta-feira (21) de treinos livres para o Grande Prêmio da Bélgica de Fórmula 1 satisfeito com o resultado obtido, mas assustado com o acidente sofrido na parte final do segundo ensaio do dia, realizado no circuito de Spa-Francorchamps. Melhor piloto das duas atividades, o vice-líder da temporada obteve na parte da tarde o tempo de 1min49s385.

LEIA MAIS:
Guia do GP da Bélgica de Fórmula 1
Rosberg bate Hamilton e lidera sexta-feira na Bélgica

“É bom voltar para a pista depois da parada de verão. O circuito é fantástico e nosso carro parece estar rápido novamente. Senti-me bem na pista e estava feliz com minha posição”, comentou o alemão da Mercedes, após o término das atividades desta sexta-feira no longo traçado belga.

Sobre o acidente, o dono do carro número seis da Mercedes admitiu que ficou assustado com o acidente sofrido. Rosberg disse ainda que, por sorte, não sofreu qualquer tipo de contusão após seu pneu explodir na curva Blanchimont, durante uma de suas tentativas de volta rápida, quando restavam 30 minutos para o final da atividade.

“Para mim, foi bastante chocante quando meu pneu traseiro falhou na segunda sessão. Quando você está rápido acima dos 300 km/h e alguma coisa dá errado, é um sentimento horrível. Eu pensei que acabaria no muro e, para ser honesto, foi por pura sorte que eu não fui. Agora, nós precisamos investigar com a Pirelli o que aconteceu”, completou Rosberg, que não chegou a bater no momento do acidente.

Rosberg e os outros 19 pilotos que integram o grid da Fórmula 1 voltarão ao circuito de Spa-Francorchamps neste sábado (22), para a realização de mais um treino livre antes da realização da tomada de tempos para definição do grid de largada para o Grande Prêmio da Bélgica, marcado para domingo, a partir das 9h, pelo horário de Brasília.

Foto: divulgação/Mercedes



Jornalista com passagens pelas revistas Racing e House Mag.