Opinião: ataque terá que fazer a diferença para Santos ter chance no clássico

Crédito da foto: Divulgação Santos.

O ano era 2012. Neymar era o melhor jogador do continente. O Santos era o atual campeão da Libertadores. Mas, na semifinal contra o Corinthians, a defesa armada por Tite anulou o atacante. E o Santos sucumbiu ao rival. Se Dorival Jr. estudou aquele confronto, sabe o quanto o ataque deve funcionar para que o time santista tenha alguma chance de avançar para as quartas da Copa do Brasil – o clássico pelas oitavas tem início nesta quarta, às 22h, na Vila Belmiro.

A defesa do Corinthians é a melhor do Campeonato Brasileiro, com apenas 14 gols sofridos, enquanto a do Santos é a quinta pior, com 24.

Assim como em 2012, o ponto forte do Santos está na frente: o trio de ataque, com Ricardo Oliveira, Gabriel e Geuvânio. Já o Corinthians, tirando Luciano, sofre com má fase de Vágner Love, além de jogadores de qualidade inferior, como Mendoza e Romero, por exemplo.

Se a defesa do Santos, porém, seguir a boa fase recente – não sofreu gols nos últimos três jogos, desde que Gustavo Henrique passou a ser titular ao lado de David Braz -, as chances do Santos aumentam. O trio de ataque santista não costuma passar um jogo sequer em branco, seja com gols, seja com assistências ou participação nas jogadas de gol.

Já o Corinthians é mais balanceado: enquanto Gil e Felipe formam o melhor sistema defensivo do país, o ataque não depende tanto dos homens da frente. Os meias chegam bem, e até os jogadores da volância para trás ajudam.

Assim, o Santos torce muito para que Ricardo Oliveira não tenha se abalado com os pênaltis perdidos recentemente; que Geuvânio encarne o jogador que costuma ser em casa, e esqueça como joga usualmente longe da Vila; e que Gabriel retome o faro artilheiro de quando Dorival Jr assumiu o clube novamente.

Para o Santos passar, a esperança é o ataque. Para o Corinthians, é o coletivo. O Corinthians é favorito, assim, mas o Santos, caso tenha sua principal arma em forma, tem chances, principalmente nesta quarta.

Foto: Divulgação Santos



Jornalista esportivo.