Opinião: Hamburgo terá que lutar muito para voltar a ser grande

Crédito da foto: Getty Images

A derrota do Hamburgo por 5 a 0 pode ser encarada como um amistoso de pré temporada. Isto porque nos dias de hoje, enfrentar o poderoso Bayern de Munique chega a ser covardia para um clube que está juntando os pedaços e tentando se remontar. Podemos afirmar que, nos dias de hoje, ficar no meio da tabela já seria algo bastante digno e de muita alegria para os torcedores do centenário clube alemão.

Os problemas do tradicional clube alemão começaram em 2011 quando o presidente anunciou que vivia a pior crise financeira da história do clube. A confirmação desta crise veio nas temporadas seguintes onde o Hamburgo precisou lutar por duas temporadas consecutivas para se livrar do rebaixamento. Na última temporada, 2014-15, um jogo épico marcou a trajetória do clube. A equipe estava para ser rebaixada e graças a ajuda de um zagueiro brasileiro conseguiu reverter o placar na prorrogação sendo que ainda teve que defender um penalti no último lance da partida.

Todo este sofrimento que vem sido colocado em prática nos gramados desde a temporada 2013-14 e tem sido marcada com diversas goleadas que o clube tem sofrido. A prova disto é que o Hamburgo foi a pior defesa de 2013.

No último ano, o Hamburgo tentou fazer a manutenção do elenco e apenas contratar jogadores pontuais para uma posição ou outra que julgaram ser mais carentes. Não deu certo e novamente brigaram para não cair.

Agora, o Hamburgo, mesmo sem condições adequadas de combater com igualdade os grandes clubes da Bundesliga do momento, se reformulou. Abriu mão de alguns jogadores mais experientes e está apostando em uma reformulação de elenco, a começar pelo novo treinador que já tem dez anos de liga, mas ainda é uma jovem promessa.

O Hamburgo conta com alguns jovens bastante promissores e que podem aflorar nesta temporada como o atacante Lasogga, Philipp Muller e o recém chegado turco Altintas podem ajudar o experiente Olic a dar uma vida melhor ao clube.

A tabela do alemão não foi grata com o Hamburgo. A próxima partida pelo alemão será contra o Stuttgart, um tradicional difícil adversário que também busca se reabilitar de uma primeira derrota na Bundesliga.