Os 5 motivos que levaram a saída de Cristóvão Borges

Reprodução/Twitter

Quando se gasta um pouco de tempo observando o comportamento da torcida, você pode ter noção de que certas coisas nascem para simplesmente não darem certo. O sentimento de confiança da torcida rubro-negra com relação a esse confronto de ontem (20), contra o Vasco, veio com doses cavalares de pressão. Pois é, a vitória não veio e Cristóvão Borges não é mais técnico do Flamengo.

Fato que durante e após o jogo uma certeza ficou clara para mim: Estavam adiando o inevitável. Saber se o Flamengo jogaria bem ontem e durante a passagem do técnico era como jogar na Mega-Sena. Fora os casos onde o time joga bem e simplesmente não vencia por falhas. O que me leva a uma conclusão básica: Era hora de trocar.

Aqui alguns motivos para isso:

  1. Foram três meses de trabalho, melhorou desde o técnico passado, porém vamos concordar que não é time para estar com apenas 4 pontos acima do Z-4. 
  2. Se por um lado três meses é pouco tempo, é um turno inteiro de comando praticamente. Quando foi que o Flamengo chegou a jogar 3 partidas seguidas jogando bem e vencendo?
  3. O Flamengo não é lugar para experiências. O técnico além de não ser consolidado, só aprende errando. Quantos jogos demorou para ele perceber que o time não joga bem com três volantes?
  4. Não sou eu que estou escrevendo, todo mundo já viu que Cristóvão erra muito nas substituições, ou seja, tem uma visão do jogo questionável. Um exemplo foi o próprio confronto de ontem: O jogador Jajá, que nunca havia jogado com o técnico, entrou em um clássico escamado, com time nervoso e perdendo.  Qual a chance de dar certo?
  5. Você pode dizer que a culpa é dos jogadores, mas vamos aos fatos. Se o técnico não faz os jogadores se empenharem por ele, não tem o vestiário. Se estão se empenhando, o esquema dele não tá dando certo. O que vai me levar a concluir que o esquema de jogo do técnico está errado de alguma forma, ou não funciona.

A troca era necessária. Cristóvão é passado, porém, aqui entre nós? Quem está no mercado que é muito melhor que o atual técnico?  Eu diria que o Flamengo vive um problema: Demitiu o técnico e vai ter que fazer mais uma aposta, além de escancarar as escolhas erradas no futebol.

Se eu tivesse que apostar em um nome? Oswaldo de Oliveira.

Saudações Rubro-Negras.

Foto: Reprodução/Twitter