Palmeiras dá susto na torcida, mas bate o Flamengo por 4 x 2

Gilvan de Souza/Flamengo

Se não foi uma das atuações mais inspiradas da equipe sob o comando do técnico Marcelo Oliveira, ao menos dá para dizer que os jogadores souberam aproveitar muito bem as falhas da defesa do rival. Depois de sofrer uma virada relâmpago no segundo tempo, o Palmeiras se acertou em campo, revirou o placar e deixou a torcida feliz da vida com a vitória por 4 x 2 sobre o Flamengo.

O resultado na Allianz Parque deixa o Alviverde novamente dentro do G-4 do Campeonato Brasileiro, pelo menos até os jogos da tarde deste domingo – o time paulista pode ser ultrapassado por Fluminense e Sport.

O zagueiro Jackson foi quem abriu o placar logo aos cinco minutos. Ele aproveitou a inércia da zaga do Flamengo no escanteio e, de cabeça, mandou para o gol. Dudu, Alecsandro e Samir, contra, fizeram o placar para o Palmeiras. Pelo lado do Flamengo, os gols foram do camisa 10 Ederson.

Após o placar cravado em 4 x 2, a maioria dos 37.739 torcedores pagantes neste domingo ainda teve tempo para gritar “olé”. A alegria não é para menos. Além de ter entrado no G-4 do Brasileirão, o Palmeiras chegou aos 32 gols marcados, se igualando ao Atlético-MG no ataque mais positivo da competição.

Na próxima rodada, o Alviverde até Belo Horizonte enfrentar o Atlético-MG. A partida está marcada para as 18h30 no estádio Independência. Já o Flamengo recebe o São Paulo, no Maracanã. O duelo ocorre às 16h.

FICHA TÉCNICA
Palmeiras 4 X 2 Flamengo

Estádio: Allianz Parque, em São Paulo (SP)
Público: 37.739 pagantes
Renda: R$ 2.908.585,00
Árbitro: Igor Junio Benevenuto (MG)
Assistentes: Fabio Pereira (Fifa-TO) e Bruno Boschilia (Fifa-PR)
Cartões amarelos: Lucas e Taylor (Palmeiras); Jonas e Jorge (Flamengo)
Gols: Palmeiras: Jackson, aos cinco minutos do primeiro tempo; Samir (contra), aos 12, e Dudu, aos 20, e Alecsandro, aos 25 minutos do segundo tempo.
Flamengo: Ederson, aos cinco e aos 11 minutos do segundo tempo.

PALMEIRAS: Fernando Prass; Lucas (Taylor), Jackson, Vitor Hugo e Zé Roberto; Andrei e Arouca; Rafael Marques, Robinho (Cleiton Xavier) e Dudu; Alecsandro (Kelvin)
Técnico: Marcelo Oliveira

FLAMENGO: César; Pará, Samir (Marcelo), César Martins e Jorge; Jonas (Ederson), Márcio Araújo e Alan Patrick; Everton, Emerson e Guerrero
Técnico: Cristóvão Borges



Jornalista formado no UniCeub. Cobre esportes desde 2008: dos campeonatos amadores, evoluindo aos estaduais, chegando aos Nacionais até a Copa do Mundo de 2014. De 2010 a 2012 atuou como correspondente de esportes do Correio Braziliense, no Rio de Janeiro. Atualmente, editor do caderno Torcida, do Jornal de Brasília. Amante de um bom samba, futebol e cerveja.